Canto das ervas

Caminhando em volta do bosque II, em Maringá, em uma ensolarada manhã de domingo no início de 2009, sentimos diversos aromas vindos da mata ao lado da pista de caminhada e nos lembramos de nossa infância, quando era só sair para uma caminhada para sentir os mais diversos aromas das ervas aromáticas e do mato.

Quando éramos criança, nossas mãe sabiam o que nos receitar naqueles momentos de crise de dor de barriga, ou outros males menores. Sempre havia um chá para alguma coisa, alguma benzedeira que sabia mais do que nossas mães e elas sempre acertavam.

Hoje, quando falamos de um chá, o que vem em mente é o chá mate, aquele que todos conhecem. O chá de boldo ficou perdido no tempo ou em algum livro que ensinava o uso de ervas medicinais.

Enquanto caminhavamos, conversamos sobre isso e decidimos que nós que tivemos a oportunidade de conhecer este tipo de cultura medicinal, hoje praticamente morta, tinhamos que passar para nossos filhos e netos aquilo que aprendemos antes que o conhecimento fosse perdido para sempre.

Daí surgiu o CANTO DAS ERVAS, onde plantamos em locais públicos de grande movimentação, tipos de ervas medicinais e ervas aromáticas para que as famílias possam passar por ali e mostrar aos filhos e netos o conhecimento que estava esquecido em nosso passado.

Criamos o projeto pensando principalmente nas crianças que nasceram nas últimas décadas e naquelas que irão nascer, exatamente  aquelas que acham que maçãs, bananas e qualquer outra fruta, verdura ou erva aromática – salsinha e cebolinha é o máximo que conhecem –  já nascem nos saquinhos de plástico dos supermercados.

A FUNVERDE  tem como objetivo a preservação e recuperação ambiental e o bem estar da humanidade através de seus projetos e busca a conscientização da população em relação à importância do consumo sustentável, diminuição da geração de resíduos, importância da reciclagem como forma de preservar recursos naturais, diminuição do consumo de água, energia, combustível e diminuição no consumo de todos os produtos para preservação dos recursos naturais para as próximas gerações.

Esse também é o objetivo do Projeto Canto das Ervas, que foi lançado no domingo, 5 de abril de 2009, às nove horas da manhã.

O lançamento do projeto ocorreu ao mesmo tempo em que foi promovido o plantio de 300 mudas de ervas no entorno do Bosque II, na Avenida Nóbrega esquina com Avenida JK, em Maringá, no Paraná.

Este projeto tem o objetivo de chamar a atenção da população para a necessidade de se resgatar hábitos saudáveis. Antigamente, tínhamos o habito de ir até a horta para colher ervas para tempero ou para chá para nossas mães. Hoje, compramos as ervas nas feiras e supermercados, sem muitas vezes saber como elas são cultivadas na natureza, mas este projeto está trazendo de volta uma qualidade de vida que não temos mais, queremos proporcionar o contato com a terra, estreitar a relação das pessoas com a natureza que nos cerca e que muitas vezes nos passa despercebida.

A vida moderna está distanciando o homem da natureza, já não olhamos mais para o céu para ver a beleza das estrelas, não olhamos mais para o chão para contemplar a beleza das flores, estamos vivendo em locais seguros e com isso, estamos deixando de ter a natureza como amiga e a transformando em algo estranho.

Nos quintais, já não plantamos mais nada, somente impermeabilizamos quintais e jardins para não sujar nossas casas, em com isso, estamos nos separando da natureza da qual somos totalmente dependentes.

Este projeto visa proporcionar o bem estar físico e mental da comunidade, trazer de volta o conhecimento de nossos avós que tinham de como preparar fazer chás, cataplasmas e remédios homeopáticos, que sabiam a utilidade para cada erva aromática e medicinal. Queremos com este projeto trazer de volta a lembrança de nossa infância e criar lembranças nas crianças com os aromas e sabores das ervas aromáticas.

O projeto será sempre desenvolvido em locais públicos, para que todos sejam beneficiados. Não queremos barreiras, a terra pertence a todos, todos devem usufruir dela e do que ela produz.

As plantas serão regadas uma vez por semana e ficarão à disposição da população para serem colhidas por todos.

Estamos criando um espaço no site da FUNVERDE com as propriedades e utilidades de cada erva aromática e medicinal.

Todos os domingos, das 09:00 às 11:00 da manhã você está convidado a se juntar a nós para plantar canteiros de ervas aromáticas e medicinais, porque um dos objetivos do projeto é estimular a própria população a plantar seus temperos e remédios caseiros.

Abaixo, algumas das ervas plantadas no projeto canto das ervas.

 

Temos plantadas 7 espécies de hortelã. Iremos fotografar todas para postar.

Início do canto das ervas no Bosque das Grevíleas. Estamos plantando canteiros de 2 metros de largura x 4 metros de comprimento nos espaços entre as moitas de bungavílias que rodeiam o bosque.

Carqueja plantada em 03 de outubro de 2009. Note que não tínhamos mudas o suficiente para preencher o canteiro de Tivemos que completar o canteiro em outro dia de plantio

Carqueja em 31 de janeiro de 2010

 

Canteiro de manjericão plantado em 15 de novembro de 2009

Manjericão totalmente florido em 31 de janeiro de 2010

Penicilina plantada em 22 de novembro de 2009

Penicilina em 19 de janeiro de 2010

Penicilina em 31 de janeiro de 2010

Manjerona plantada em 29 de novembro de 2009

Alcânfora plantada em 06 de dezembro de 2009

Caso você queira alguma informação sobre a implantação deste projeto em seu condomínio, em seu bairro, em sua cidade, entre em contato conosco.

Desejamos disseminar este projeto para todos os cantos do planeta.

18 pensamentos em “Canto das ervas”

  1. gostaria de implantar esse projeto na minha cidade;
    moro em niteroi
    minha cidade e muito bonita mais as pessoas estao pouco preocupadas
    com isso.
    e gostaria de saber como faço///

    pa

    padas

  2. Boa Tarde,
    Sou Supervisora escolar em uma cidade do interior Chamada Dom Viçoso/MG,
    Achei o trabalho de voces muito bom. Estou desenvolvendo algo parecido na escola, para alunos com problemas de indisciplina e baixo rendimento escolar, gostaria de ter mais informações e idéias para faze-las aqui na escola.
    Muito obrigada
    Raquel

  3. Oi pessoal,
    Vi o projeto de voces e fiquei maravilhada!! Gente é fantástico mesmo! Eu acredito muito no poder das plantas!
    Sou professora de uma escola municipal na cidade de Estância-Sergipe e gostaria muito de desenvolver um projeto tipo esse! Uma horta, um canteirinho….
    Vou usar um pouco das ideias de voces, certo?

    Um abraço,
    Gildeci

  4. Ola,meu condomínio tem muito verde,mas nada de aproveitável,gostaria de informações e orientações sobre o projeto.Moro em Porto alegre RS.obrg.

  5. Boa tarde, tenho alguns problemas de saude, e gostaria de saber se a funverde planta uma planta medicinal chamada “Jaborandi”, e poderia me doar uma muda.

    Grato

  6. Creio que quem entra neste blog muda de direçao, é um retorna a infancia e tem vontade de recomeçar partindo ao encontro do passado.Meu primeiro pensamento foi, onde posso fazer isso, onde começar… Parabéns ao grupo funverde,

  7. Oi gostaria de saber sou da universidade unicesumar , precisamos fazer um trabalho em uma ong e queria saber onde vai estar acontecendo o plantio das ervas nesse domingo dia 20/11

  8. Olá gostaria de fazer aqui em meu bairro.
    Tem uma rua, que tem toda a extensão de um lados mais uma esquina que pode ser plantada… Disperdicio de terra que pode ser utilizada…

Deixe uma resposta