Primeira etapa da CVMR – Central de Materiais Recicláveis começa a funcionar nesta quinta-feira

A primeira etapa da Central de Valorização de Materiais Recicláveis vai começar a funcionar a partir desta quinta-feira (21), às 15 horas. O espaço vai atender sete cooperativas que fazem a reciclagem de materiais como garrafas pet, papel, papelão, latas, vidros, entre outros resíduos. A área é composta por dois barracões com mais de 700 metros quadrados (cada barracão tem 700 m2), localizada no Parque Industrial, e vai ter caminhões, máquinas de reciclagem, funcionários e a infraestrutura necessária para que as organizações atuem de forma mais segura e ágil.

Nessa primeira etapa serão entregues os equipamentos para o processamento de papel e papelão. A previsão de funcionamento com todas as etapas entregues é para o final do ano, e a meta de volume de material (plástico, papel e papelão) é de 400 toneladas por mês. A expectativa é que sejam atendidas 200 famílias com essa estrutura.

A Central é resultado da iniciativa público-privada que reúne a administração municipal, Sindibebidas e parceiros, além da Secretaria Estadual de Meio Ambiente. Para a construção e operacionalização da CMVR, o Sindibebidas representando os demais parceiros, investiu R$ 2,5 milhões com a contrapartida da administração municipal em cerca de R$ 650 mil. O espaço vai atender as seguintes cooperativas: CooperMaringá, CooperNorte, CooperCanção, CooperAmbiental, CooperCicla, CooperVidros e CooperPalmeiras.

Preparação

Os catadores vão receber treinamento de Segurança do Trabalho e para o manuseio do maquinário, passando já a atuar com a nova estrutura. Os equipamentos são de alta tecnologia, visando um melhor aproveitamento dos materiais a serem processados, e de acordo com as exigências do mercado. Este é um projeto socioambiental, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos e pioneiro no Brasil, tendo a comercialização em rede e gestão compartilhada.

Um dos destaques e benefícios é que a questão ambiental é favorecida com a retirada do meio ambiente das embalagens pós consumo, gerando com isto trabalho e renda para os catadores e principalmente a inclusão social. Uma das características da Central é a visão socioambiental, tendo seu eixo baseado na responsabilidade compartilhada entre a indústria, poder público e catadores de materiais recicláveis.

Estado

O projeto foi aprovado pelo Governo do Paraná, com investimentos da iniciativa privada previstos em aproximadamente R$ 20 milhões, e a implantação até o final de 2017 de sete Centrais nas cidades de Maringá, Londrina, Cascavel, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ponta Grossa e região de Curitiba.

clique na imagem para ver em tamanho maior.

Fonte – Secretaria de Comunicação de Maringá de 19 de julho de 2016

Lançamento do livro “Temas atuais em Mudanças Climáticas: para os ensinos fundamental e médio”

O objetivo deste evento é discutir as relações entre mudanças climáticas e o desenvolvimento de práticas educativas, bem como, a difusão científica de modo a favorecer um diálogo mais próximo com a sociedade em torno dessas questões de interesse geral.

No evento, autores dialogarão com o público sobre os temas abordados e sobre os propósitos e expectativas do livro.

Esta publicação foi realizada por meio de apoio do CNPq, via chamada pública MCTI/CNPq/SECIS Nº 90/2013 – Difusão e Popularização da Ciência.

Para sua produção, contou com a colaboração autoral de diversos pesquisadores do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Mudanças Climáticas da Universidade de São Paulo – INCLINE/USP, que, por meio de uma linguagem acessível e atualizada, vêm a oferecer um relevante material didático, de grande interesse à educadores e estudantes dos ensinos fundamental e médio.

Data – 23/11/2015, das 15:00 às 17:30h.
Local – Auditório Paula Souza – FSP/USP
Av. Dr. Arnaldo, 715 – São Paulo/SP – próximo à estação Clínicas do Metrô.

Debatedores

Pedro Roberto Jacobi – Instituto de Energia e Ambiente – IEE/USP
Tercio Ambrizzi – Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas – IAG/USP
Edson Grandisoli – Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental – PROCAM/USP
Sonia M. V. Coutinho – Faculdade de Saúde Pública – FSP/USP
Renata Ferraz de Toledo – GovAmb – Grupo de Acompanhamento e Estudos em Governança Ambiental IEE/USP
Roberta Maia – Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental – PROCAM/USP
Leandro L. Giatti – Faculdade de Saúde Pública – FSP/USP

Organização: Leandro L. Giatti, Pedro R. Jacobi, Paula Batich, Sonia M. V. Coutinho, Edson Grandisoli, Roberta de A. Maia e Renata F. Toledo.

Promoção: Departamento de Saúde Ambiental – FSP/USP, Comissão de Cultura e Extensão – FSP/USP, INCLINE/USP e GovAmb – IEE/USP.

Fonte – Faculdade de Saúde Pública

Seminário Cidades a Pé debate direito à cidade e humanização do espaço urbano

Caminhar pelas calçadas e ruas da cidade deixando o olhar se perder entre as frestas de céu que edifícios, casas e árvores deixam entrever. Tomar cuidado com o buraco da calçada e não perder de vista o fluxo incessante de pessoas e as milhões de oportunidades de observação do inusitado, do espontâneo e do não-programado. Participar da luta e da conquista do direito à cidade. Chegar onde se deseja, sem deixar escapar da vista o caminho.

Tudo isso compõe o caminhar na cidade, uma prática tão velha quanto o espaço urbano, mas que, nos últimos anos, se vê asfixiada. Para “discutir e refletir sobre a importância do caminhar nas cidades” incentivando “iniciativas, políticas públicos e estudos que invertem a lógica do espaço urbano”, o Seminário Cidades a Pé chega em São Paulo entre 25 e 28 de novembro.

Direito de andar

Realizado pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), o evento será dividido em três momentos: no dia 25, acontecerão oficinas técnicas para gestores públicos e público especializado; nos dias 26 e 27, serão realizados debates, palestras e caminhadas para o público, com 300 vagas e inscrição necessária. No último dia, 28, um evento de rua na Praça Ouvidor Pacheco e Silva, em frente ao Largo São Francisco, trará bandas e exposições fotográficas para apresentações gratuitas.

O Seminário contará com palestrantes nacionais e internacionais que trabalharão em soluções e questões do espaço público urbano à partir de quatro eixos: mobilidade a pé e saúde; desenho urbano e políticas públicas para a mobilidade a pé; cidades para todos e cidades a pé.

Acesse o site do Seminário Cidades a Pé para conferir a programação completa, programar sua agenda, conhecer os palestrantes e fazer sua inscrição.

Fonte – Portal Aprendiz / Envolverde de 10 de novembro de 2015

Lançamento do guia de inovação para sustentabilidade em MPES

10 de novembro de 2015, das 16h às 19h, no Auditório Itaú/FGV-SP

Convidamos você a participar do lançamento da primeira edição do Guia de Inovação para Sustentabilidade em MPEs.

Conheça os novos modelos que se destacam ao integrar inovação e sustentabilidade.

Essa iniciativa do GVces e da Revista PÁGINA22 traz 11 micro e pequenas empresas que estão inovando para apresentar soluções aos desafios da sustentabilidade.

Venha conhecer os casos das empresas que foram selecionadas neste primeiro ciclo do Guia, por meio de uma metodologia desenvolvida pelo GVces com o apoio do comitê seletor, composto pela ANDE, Apex-Brasil, Cietec, FGV, MOV Investimentos, Profile, Revista EXAME, Sebrae, e Vox Capital.

Participe! Confirme sua presença aqui

Informações

Lançamento do Guia de Inovação para Sustentabilidade em MPEs

10 de novembro de 2015, das 16h às 19h

Auditório Itaú – Rua Itapeva, 432, térreo, Bela Vista – São Paulo/SP

Florianópolis sediará Festival Internacional de Cinema Socioambiental

Planeta.Doc começa no próximo dia 26 e terá exibição de 80 filmes

Florianópolis será palco da segunda edição do Festival Internacional de Cinema Socioambiental – Planeta.Doc -, evento que aborda a temática ambiental e social do mundo contemporâneo por meio do cinema. Com início no próximo dia 26 de outubro, a programação contará com a exibição de 80 premiados filmes nacionais e internacionais, com sessões gratuitas até 13 de novembro.

De acordo com Mônica Linhares, produtora cultural e diretora do festival, o evento busca revelar e debater a dimensão do impacto ambiental das sociedades humanas em todos os continentes, evidenciando inovações nas áreas de energias renováveis, produção de alimentos, reciclagem, construções sustentáveis, saúde, políticas públicas, entre outros temas. “Promoveremos a reflexão sobre as alternativas que estão sendo geradas para melhorar a qualidade de vida no mundo”, explica.

A seleção inclui alguns dos mais importantes filmes socioambientais premiados em festivais internacionais como Sundance, Cannes e Festival de Cinema de Berlim. Entre as produções internacionais estão ‘Planetary’, de Guy Reid (seleção oficial do Washington DC Film Festival), ‘Love Thy Nature’, de Sylvie Rokab (vencedor do Cosmic Angel 2015), ‘Transgenic Wars’, de Paul Moreira (vencedor do FICA 2015), ‘O Sal da Terra’, de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado (vencedor do César de melhor documentário). Dos brasileiros, ‘O Menino e o Mundo’, vencedor do Prêmio Cristal de melhor longa-metragem no 38º Festival de cinema de animação de Annecy, na França, considerado o maior prêmio da animação mundial; ‘O veneno está na mesa II’, novo documentário de Silvio Tendler; ‘Desculpe pelo Transtorno: A História do Bar do Chico’, premiado documentário realizado em Florianópolis pelo diretor inglês Todd Southgate.

As exibições serão simultâneas nos auditórios da UFSC, UDESC, Centro Integrado de Cultura (CIC), Sapiens Parque e na Assembleia Legislativa. Por meio da UDESC–Laguna e Cineclube Iphan, as ações também acontecerão em Laguna, no Cine Mussi (SESC), e em Ibirama, estendendo o festival a outras regiões do estado. O Festival Planeta.Doc também estabeleceu parceria com o Programa Mapa das Artes e Culturas da Secretaria Municipal de Educação para levar os alunos da rede municipal de educação da Capital às salas de cinema. “Desta forma, esperamos contribuir para a promoção do conhecimento entre os alunos por meio da arte”, considera Mônica.

Premiação Planeta.Doc

Também estão abertas as inscrições para a premiação internacional que escolherá os melhores filmes de documentário e animação de curta, média e longa metragem nas categorias Planeta.Doc Internacional (10 filmes vencedores) e Planeta.doc Brasil (5 filmes vencedores). Mais de 500 obras de 66 países já estão inscritas e os interessados têm até o dia 1º de dezembro para enviar o material pela plataforma https://filmfreeway.com/festival/PlanetaDoc. O júri internacional fará a escolha dos filmes vencedores em janeiro e fevereiro, com entrega dos prêmios em março de 2016.

O Planeta.Doc tem apoio do Governo do Estado de Santa Catarina, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Fundação Catarinense de Cultura, Funcultural e Edital Elisabete Anderle/2014, Prefeitura de Florianópolis e da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes. O Planeta.Doc também conta com apoio da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa. Tem ainda a parceria da UFSC, UDESC, Fundação CERTI, Sapiens Parque, Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Fundação Catarinense de Cultura, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte. Outros parceiros são a UDESC – Laguna, Cineclube IPHAN, UNISUL, Semana Lixo Zero, as empresas juniores da UFSC EJESAM (Engenharia Sanitária e Ambiental), TÉTIS (Oceanografia) e Café Fita Crepe (Cinema).

Alguns Trailers

• Love Thy Nature (https://www.youtube.com/watch?v=Bw0nBEbwfTA)
• Planetary (https://www.youtube.com/watch?v=Q6X_VFOGwas)
• Transgenic Wars (https://www.youtube.com/watch?v=TTEEN5R-CjY)
• Desculpe pelo Transtorno: A História do Bar do Chico (https://www.youtube.com/watch?v=Z8qNagWZ2-o)
• O Sal da Terra (https://www.youtube.com/watch?v=pG3YLpZKomE)
• O Veneno Está na Mesa II (https://www.youtube.com/watch?v=0PXFcO1T-wA)
• O menino e o mundo (https://www.youtube.com/watch?v=yvxtcAoXgcs)

EnerSolar 2015 apresenta alternativas em fontes energéticas sustentáveis

A EnerSolar+Brasil| Feira Internacional de Tecnologias para Energia Solar, principal evento dedicado as energias renováveis, acontece de 15 a 17 de julho de 2015, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, em São Paulo. Em sua 4ª edição o encontro promoverá negócios, produtos e serviços que envolvem a energia solar, inversores e outros tipos de energias para aplicações industriais e civis. Com entrada gratuita, o encontro reúne fabricantes, fornecedores, distribuidores, prestadores de serviços e público qualificado que procura soluções para o abastecimento de energia. O evento é organizado pelo Grupo Fiera Milano com apoio da ABSOLAR |Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica.

A feira, com 130 marcas expositoras nacionais e internacionais (Itália, Estados Unidos, Alemanha, Espanha, França, Canada e China), apresenta ao mercado alternativas em fontes energéticas sustentáveis como: placas e módulos fotovoltaicos de captação de energia solar – com ampla diversidade de tamanhos, formatos e potências; geradores portáteis de energia de alto desempenho; inversores solares inteligentes (wi-fi); sistemas de abastecimento com energia solar em carrinhos de sorvete (com toldos energizados), guarda-sol, mochilas e carregadores portáteis, além de painéis solares de filme fino e mini turbina eólica.

Como destaque da programação da EnerSolar 2015, o V Ecoenergy | Congresso de Tecnologias Limpas e Renováveis para a Geração de Energia traz programa qualificado de conferências que aborda os mais diversos assuntos pertinentes ao desenvolvimento da cadeia produtiva do setor. Com abordagens divididas em quatro temáticas – fotovoltaica, termosolar, hidroelétrica e eólica – serão discutidas alternativas e caminhos para o uso de energias renováveis no Brasil sob o tema “Energias renováveis como solução para a crise energética: políticas, perspectivas e mercado”. Também, o 10º Congresso Internacional de Bioenergia, com promoção da Porthus Eventos, com foco nos temas de biomassa, biogás e biocombustíveis.

Novidades e lançamentos dos expositores

Sunlution

Entre as soluções apresentadas pela Sunlution, empresa brasileira líder na geração distribuída – solar e hibrida, destacam-se os sistemas de abastecimento com energia solar em carrinhos de sorvete (com toldos energizados), guarda-sol, mochilas e carregadores portáteis, além de painéis solares de filme fino e mini turbina eólica.
Painéis Flexíveis:

Os Painéis Fotovoltaicos Flexíveis Sunlution são produzidos com filmes finos de Silício Amorfo e garantem acesso imediato à energia elétrica a partir da geração solar. Flexíveis e duráveis podem ser instalados de forma rápida e fácil, em coberturas comerciais, industriais e também em residências, sem necessidade de perfurações ou estruturas metálicas no telhado. Projetados de acordo com a Resolução ANEEL 482/2012 e Procedimentos de Distribuição PRODIST Módulo 3, os painéis flexíveis Sunlution são leves (3,3 Kg por m² com adesivo industrial), resistentes e duram 25 anos sem perder eficiência. O uso em larga escala garante um custo competitivo para o sistema completo: R$ 5,70/Watt.

Flutuadores para painéis

A solução para usinas de geração solar seriam as estruturas plásticas, feitas de polietileno de alta densidade (PEAD) compatível com testes de água BS6920 e que contém estabilizador de UV, junto as placas fotovoltaicas. O flutuador principal está ligado com os flutuadores secundárias graças aos guias de conexão, onde pinos de conexão estão inseridos. O flutuador principal apresenta um perfil “T” para deslizar o sistema de fixação.

Mochilas solares

Para usar na praia, na trilha, na bike e ao ar livre. Em duas horas, a luz do sol carrega a bateria, que pode ser utilizado para carregar celulares via entrada USB da bateria. Potência de 3W.

Carregador de celular solar

Carregador de celular com painel solar de filme fino que exposto ao sol carrega a bateria, que pode ser utilizado para recarregar celulares via entrada USB, em 4 horas. Potência de 3W.

Mini eólica

As Turbinas Eólicas de pequeno porte são para uso em geração distribuída no ponto de consumo. Estas turbinas também trabalham em geração híbrida com a geração solar, criando uma solução eficaz com o uso integral das fontes naturais do sol e do vento, podem fazer geração on-grid ou off-grid. Da mesma forma os postes de iluminação eólico captam o vento para a geração de energia para o poste de iluminação, ou junto com as placas fotovoltaicas. Os dois geradores irão alimentar uma luminária de 130W com tecnologia LED, tornando o conjunto autossuficiente dispensando o uso de redes elétricas, ou que podem ter em anexo uma bateria para a armazenagem nesta energia.

Carrinho de Sorvete Solar

Os carrinhos de sorvete com geração de energia solar são abastecidos com a energia gerada pelas placas solares flexíveis em sua cobertura. Com um cooler de 75 litros e com uma bateria para poder armazenar a energia e utilizar nos momentos em que o sol já tiver ido embora, podendo gerar energia para 9 horas.

AWC Engenharia

A AWC desenvolve soluções tecnológicas para o setor de energia. Traz para o mercado a mais completa ferramenta para monitoramento e gestão de sistemas de geração distribuída fotovoltaica. Permite gerenciar informações sobre energia, sustentabilidade e economia através de um ambiente exclusivo, simples e customizável.

Mais do que um datalogger, o AWC BOX apresenta: interoperabiliade de inversores; gestão financeira regional (com as particularidades do mercado brasileiro); gestão de energia gerada e consumida.

Kasatec Energia Solar

Empresa atuante do segmento de energia renovável, com fabricação nacional, desenvolvimento e soluções personalizadas. Lançamentos para esta edição da EnerSolar:

– Controlador de Carga inteligente: produto desenvolvido para controle de carga de baterias e especialmente dimensionado para postes de luz com energia solar. Possui uma saída de controle programável que evita danos à bateria em períodos climáticos ruins, reduzindo ou desligando a iluminação quando a bateria atingir valores de carga pré-estabelecidos;

– Controlador solar para sistema de bombeamento de água: dispositivo que trabalha de forma a controlar o consumo da bomba de água nos momentos de baixa incidência solar, permitindo que a bomba continue a funcionar mesmo com menor potência, aproveitando ao máximo a energia.

– Inversor conectado à rede*: Produto100% nacional, adequado às normas brasileiras, com opção de conexão 110v ou 220v nos modelos de 500w e 750w. Pode ser aplicado em residências populares com consumo entre 100kw e150kw proporcionando uma redução de consumo de 100% (**) a um custo popular.* Produto em desenvolvimento (sob encomenda)/ **A tarifa mínima de energia é obrigatória.

Mais informações: www.enersolarbrasil.com.br

Serviço

IV EnerSolar+Brasil| Feira Internacional de Tecnologias para Energia Solar

De 15 a 17 de julho de 2015, das 13h às 20h

ENTRADA GRATUITA – profissionais do setor

Eventos Simultâneos

EcoEnergy|Congresso de Tecnologias Limpas e Renováveis para Geração de Energia

Hidropower Expo| Exposição Internacional de Tecnologias e Serviços para Centrais Hidrelétricas

Biotech Fair|Feira Internacional de Tecnologia em Bioenergia e Biocombustível

10º Congresso Internacional de Bioenergia

Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center

Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – São Paulo – SP – Brasil

Transporte Gratuito: Estação do Metrô Jabaquara – Saída de Vans na Av. Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 2.022

Compras Sustentáveis e Grandes Eventos

É hoje! Não percam lançamento do livro “Compras Sustentáveis e Grandes Eventos” às 14 horas no auditório da FGV-SP. Mais informações no flyer acima.

Resultado de uma parceria entre o Ministério do Meio Ambiente, por meio de sua Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental (SAIC), o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e o Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV (GVces), a obra busca capacitar agentes públicos e empresariais quanto à importância em considerar o ciclo de vida de produtos (bens e serviços) no momento das compras e contratações voltadas para grandes eventos, expandindo essa visão estratégica também para as compras cotidianas, tendo em vista o potencial de integrar atributos de sustentabilidade nas tomadas de decisão para favorecer uma economia mais verde e inclusiva.

Haverá transmissão ao vivo.

 

1º Debate Regional – O destino do lixo no Paraná

Participe hoje do debate sobre o destino do lixo no Paraná, em Maringá. O evento será no Hotel Deville, às oito horas da noite.

A Rádios CBN do Paraná promove o “1º Debate Estadual sobre O destino do lixo no Paraná” o evento acontecerá em Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Curitiba, Cascavel e Foz do Iguaçu.

O Debate abordará assuntos relacionados com o Programa Paraná sem Lixões, através de soluções regionais, objetivando a mudança de atitude, hábitos de consumo, combate ao desperdício, incentivo a reutilização, reaproveitamento dos materiais potencialmente recicláveis por meio da reciclagem e geração de energia.

Um dos assuntos relacionados será o Programa Desperdício Zero, eliminação de 100% dos lixões no Estado do Paraná e a redução de 30% dos resíduos gerados. Estas metas poderão ser alcançadas através da convocação de toda sociedade, objetivando a mudança de atitude, hábitos de consumo, combate ao desperdício, incentivo a reutilização, reaproveitamento dos materiais potencialmente recicláveis através da reciclagem.

O Debate terá a presença:

Secretário de Meio Ambiente do Paraná – Luiz Eduardo Cheida
Coordenador de resíduos sólidos da Sema – Laerty Dudas
Representantes do IAP e Instituto das Águas do Paraná
Prefeitos e secretários de meio ambiente desta região
Copel – Sanepar – Compagás – Fomento Paraná

Data – 04/12/2013
Horário – 20:00h
Local – Hotel Deville