skip to Main Content

Projeto Mata Ciliar FUNVERDE – 03 de junho de 2006 – sábado

Hoje veio muita gente – tomara que sempre venham tantos – e foi muito bom, porque quando temos poucas pessoas, o trabalho fica pesado, poucos tem que fazer muito.

Já começamos descarregando as árvores, como sempre de ótimo tamanho e qualidade e levando para o local do plantio.

O pessoal do Viveiro Tangará que todo sábado trás as árvores.

 

Hoje estamos plantando ao lado de uma erosão tão grande que em pouco tempo provavelmente irá destruir todo o plantio.

Em dezembro de 2005, levamos os técnicos responsáveis por fundos de vale da Prefeitura de Maringá, bem como técnicos da SANEPAR – concessionária de água e esgoto do Paraná – e até agora ninguém deu solução para o problema, que deve ser bem complexo. A cada chuva mais terra é carreada para o rio. De dezembro de 2005 até junho de 2006 já foi perdida uma faixa de pelo menos 2 metros de terra.

O Reginaldo e o Sandro se tornaram os instaladores oficiais da motobomba.

Depois de instalar a motobomba, é hora de brincar com água.

Como hoje ninguém veio de pickup, o pessoal do Viveiro Tangará deu uma ajuda no transporte dos bambus.

Agora é só carregar até o local onde estão sendo plantadas as árvores.

Força Bruno!

A estratégia de deixar uma faixa sem roçar quase deu certo, porque houve uma queimada do outro lado do rio que o vento carregou para o plantio, queimou pouco, mas ainda assim, matou algumas árvores.

Depois de plantadas e estaqueadas, as árvores são aguadas. As que estão perto da mangueira recebem água diretamente, as outras são aguadas com os baldes.

 

Antes da palestra, um merecido descanso embaixo da sombra do mato, porque as árvores ainda estão pequenas.

O Senhor Amorim – um senhor de 69 anos com muito conhecimento adquirido em sua vida – começou hoje a proferir palestras aos voluntários e estagiários após as atividades, visando a sensibilização quanto a alguns temas, em especial a ecologia e cidadania. A palestra de hoje foi sobre segurança no trânsito, principalmente aos motociclistas.

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta

Back To Top