skip to Main Content

Projeto Mata Ciliar FUNVERDE – 09 de junho de 2006 – sexta-feira

Hoje à noite fomos proferir uma palestra sobre o PROJETO MATA CILIAR FUNVERDE no Colégio JK, para o curso de Técnico em Meio Ambiente, para todas as séries.

Aproveitamos para convidar mais alunos para estagiarem no projeto.

Além da apresentação em powerpoint, levamos um mapa do projeto, mostrando onde plantamos desde o início do projeto, onde estamos plantando atualmente e a previsão para 2007.

Fica óbvio que de 2004 até agora fizemos uma pequena área – 1.900 metros lineares e plantio de aproximadamente 30.000 árvores nos Córregos Diamante e Mandacaru – mas temos que nos lembrar que no início éramos somente 4 ou 5 voluntários e agora estamos em mais de 30 pessoas, entre voluntários e estagiários.

No início também tínhamos que cavar os buracos com cavadeira, enxada, enxadão … Em agosto de 2005, a prefeitura do município, vendo os resultados do projeto , resolveu ser parceira do projeto e, desde então, vem nos auxiliando com roçadas e fazendo buracos para o plantio, facilitando em muito o trabalho.

Agora temos um outro parceiro, a VIAPAR – concessionária de rodovias – que também começou a nos ajudar fazendo as roçadas antes do plantio e as roçadas de manutenção por pelo menos 2 anos, tempo que as árvores levam para fechar a copa, evitando assim que o mato cresça.

Em verde-escuro, o plantio realizado em 2004 e 2005.

Em laranja, o local que estamos plantando até o final de 2006.

Em amarelo, é a previsão de plantio para 2007.

Clique no mapa para poder ver mais detalhes. Depois a imagem abrir em outra página, clique no quadrado com setas no canto direito inferior para expandir a imagem até o tamanho normal.

Dados interessantes sobre os rios de Maringá:

Maringá tem 68 nascentes

Maringá tem 32 córregos

Maringá tem mais de 70 km de fundos de vale, em quase sua totalidade desprovidos de mata ciliar.

Até quando vamos deixar nossas águas secarem por falta de mobilização da população ou por pela falta de interesse público?

Em 2005, 3 rios secaram no Paraná para não mais voltarem a abastecer as cidades, que agora precisam utilizar o aqüífero para abastecer estas cidades, aqüífero este que deveria ser um legado às novas gerações e não ser utilizado agora.

O paraná está com mais de 100 cidades com dificuldades de abastecimento.

Será que a população só vai se preocupar quando a falta de água for em suas casas, aqui em Maringá?

No Brasil temos a cultura do umbigo, isto é, enquanto meu umbigo, centro do meu universo estiver bem, nada mais me importa.

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top