skip to Main Content

Projeto Mata Ciliar FUNVERDE – 11 de novembro de 2006 – sábado

Visita à ETE – estação de tratamento de esgoto da SANEPAR, na continuação do Córrego Mandacaru.

Primeiro, Preste atenção nesta imagem de satélite.

Onde estão as árvores da mata ciliar do Córrego Maringá – à esquerda – e do Córrego Mandacaru – à direita?

O reator onde é feita a filtragem.

Depósito de resíduos sólidos.

A triste constatação de que estamos fazendo papel de palhaços pois estamos cuidando tanto do Córrego Mandacaru, plantando, limpando o rio, ligando para a SANEPAR quando existe ligação de esgoto na galeria pluvial, enfim, cuidando do rio, para descobrir, que longe dos olhos da população, eles cobram 80% do que se consome na água para tratamento de esgoto e na verdade só fazem a filtragem do resíduo sólido e despejam a merda líquida no rio.

Imagine após a nascente do Rio Pirapó, que nasce na cidade de Apucarana, recebendo toda a merda e nós tomando rio abaixo.

E as outras cidades depois de nós consumindo a merda de Maringá.

Conforme funcionários da SANEPAR existem duas estações de tratamento de esgoto iguais a esta e uma outra mais moderna, com filtros biológicos em que a água sai pura e límpida.

Porque não são todas iguais?

Pensamos que fosse só na cidade de São Paulo que existisse um rio de merda igual a este.

O rio antes de receber a merda.

Em cima na foto, dá para ver o rio ainda limpo.

O encontro do rio limpo e o rio já contaminado com a merda – isto é uma merda.

Parece o encontro do Rio Negro com o Solimões.

Faremos alguns questionamentos à equipe técnica da SANEPAR, porque estamos para assim dizer, no mínimo, indignados.

Este Post tem 3 Comentários
  1. Eu estava analisando um artigo feito sobre a qualidade da Água do Rio Pirapó, depois de ver essas fotos, entendo o porquê dos resultados preocupantes. Trabalhos como esses devem ser divulgados!! Parabéns!

Deixe uma resposta

Back To Top