skip to Main Content

Cheida questiona interesses contra as sacolas oxibiodegradáveis

Eu sou fã de carteirinha desse deputado, ele foi nosso secretário de meio ambiente do estado na gestão passada do nosso governador.

As petroquímicas mexeram com a pessoa errada, hahaha.

Não, melhor ainda, mexeram com o estado errado pois aqui tem 3 deputados com 3 projetos de lei de utilização das sacolas oxi-biodegradáveis.

Será que as petroquímicas ouviram falar de enfiar a mão no vespeiro? Hahaha.

Assessoria de Comunicação do deputado estadual Luiz Eduardo Cheida de 13 de setembro de 2007 

“Me chama a atenção o setor petroquímico estar comemorando a trituração de sacolas de pano no Estado de São Paulo. Parece brincadeira”, disse o deputado Cheida durante sessão plenária.

O deputado Estadual e presidente da Comissão de Ecologia e Meio Ambiente da Assembléia Legislativa, Luiz Eduardo Cheida (PMDB) questionou os interesses da indústria petroquímica Plastivida contra a comercialização de sacolas oxi-biodegradáveis no Paraná.

Cheida leu, durante sessão plenária, um documento onde a empresa diz estar tomando as medidas necessárias para “reverter os impactos negativos das sacolas de pano”.

“Não existe nenhum laudo científico dizendo que essas sacolas são danosas ao ambiente, nem mesmo por parte destas indústrias, e no entanto elas também estão se posicionando contrariamente”, afirmou.

Ele convocou a Comissão de Ecologia e Meio Ambiente para organizar um seminário para discutir o assunto com maior profundidade. “Precisamos agir rápido. Geralmente as leis precedem os costumes, mas neste caso as empresas no Paraná já vendem, comercializam e aplicam amplamente essas sacolas, a despeito de lei na Assembléia Legislativa”.

This Post Has One Comment
  1. Parabenizo pela atitude.
    Sou costureira e tenho planos de entrar neste projeto fabricando em casa as sacolas.
    A barreira maior é como concientizar a população e dono de mercado a abraçar esta idéia.
    Pra mim é necessário até financeiramente,por que não trabalho fora.
    Tenho uma filha de 8 anos que já estamos preparando para o futuro com uma conciencia de não degradar a natureza que é ´futuro dela.
    Um beijo a todos e Parabéns pela iniciativa no projeto.

Deixe uma resposta

Back To Top