skip to Main Content

França proíbe o uso de sacos plásticos não reutilizáveis a partir de Janeiro de 2016

A Ministra francesa da Ecologia, Ségolène Royal, anunciou que vai publicar em breve um decreto a proibir a partir do próximo dia 1 de janeiro de 2016 sacos de plástico para uso individual nas lojas.

Todos os anos em França são consumidos 17.000 milhões de sacos de plástico, dos quais 8.000 milhões têm como destino final o meio ambiente.

O Ministério da Ecologia francês sublinhou que, embora os sacos sejam utilizados apenas alguns minutos, demoram “várias centenas de anos” para se decompor e são comidos por aves e animais marinhos.

Foi igualmente referido que 75% das descargas de resíduos no mar são de plástico, e que um dos casos “emblemáticos” desta poluição é o das tartarugas marinhas que confundem os sacos com medusas, um problema que afeta o 86% das espécies destes animais.

Da mesma forma, recentemente, foi tornado público um estudo publicado por cientistas britânicos e australianos onde mostra que 90% das aves marinhas ingerem plástico.

De acordo com Ségolène Royal, a proibição de sacos plásticos é “uma oportunidade real de criar postos de trabalho” no campo da economia verde, em França, uma vez que 80% dos que são consumidos no país são importados, uma percentagem que vai até 90% sobre os utilizados para frutas e legumes, que vêm quase inteiramente a partir da Ásia.

Fonte – Eixo Ambiente de 17 de setembro de 2015

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top