skip to Main Content

Programa mais você ambiental

Assistam aos dois vídeos, o primeiro, sobre como o ser humano é porco, cospe no prato que come, o único planeta que temos para morar.

Quando terminarem de destruir este planeta com sua imundície, onde estes porcos pensam que irão morar?

Acordem seus animais, estamos presos aqui, nessa minúscula bolinha azul – nem tão mais azul com todo o CO2 que jogamos na atmosfera – na imensidão do espaço.

Nenhum ser iluminado, nenhum extraterrestre virá nos socorrer, nos arrebatar para outro planeta despoluído, nós mesmos temos que limpar nossa sujeira, arrumar o que arruinamos, o paraíso que era este planeta antes da era industrial.

Porque jogar sofá, fogão, vaso sanitário, cama, colchão o diabo a quatro nos rios é suicídio e olhe que nós nestes anos todos de limpeza de rios estamos acostumados com a sujeira da população, acostumados mas revoltados.

Já tiramos de rios, pneus de carro, de caminhão de bicicleta, fogão, sofá, pia, vaso sanitário, sapato, roupa, enfim, tudo o que possa imaginar, sem contar as malditas sacolinhas de mercado – motivo pelo qual criamos os dois projetos, sacolas ecológicas oxi-biodegradáveis e sacolas retornáveis, para melhorar a gestão de resíduos no país.

Nestes dois projetos estão contidos vários outros subprojetos, como ecocaixa, ecoponto, volta das embalagens retornáveis, calçada limpa … é só ver na página da FUNVERDE os vários projetos para reverter essa lambança que a humanidade fez.

O que gostamos foi que a Ana Maria Braga tem um público extremamente poluidor, que é a dona de casa, seja da classe A, dos condomínios, até a classe D e E, das favelas e dos morros e o que ela fala a dona de casa assimila.

Se bem que quem nos falou sobre a matéria foi um amigo nosso, do sexo masculino, que assistiu o programa, então não é só a dona de casa que é influenciada pelo programa, mas também os machos de plantão, aqueles que tomam cerveja em long neck e alumínio, descartáveis e que deveriam voltar à cerveja de vidro retornável.

Quando criamos o projeto ecocaixa – multiplicadores de boas práticas ambientais, foi porque percebemos que as crianças estão recebendo educação ambiental nas escolas, mas os adultos nunca receberem educação ambiental e como o planeta não tem tempo de deixar essas gerações de poluidores sumirem da face da terra, transformamos os caixas e empacotadores da nossa cidade em multiplicadores ambientais em que esses profissionais durante a passagem das compras pelo caixa ensinam a dona e o dono de casa noções de como gerir os resíduos de suas residências.

No próximo ano expandiremos os projetos de gestão ambiental para todo o país, a exemplo do que estamos fazendo com os projetos de sacolas ecológicas e retornáveis, em que estamos conseguindo que a legislação seja mudada em cidades e estados para acabar com a praga das sacolas de compra de plástico convencional.

Chega de falar e vamos assistir as matérias.

Caçador de lixo no Recife

Ouça a Ana Maria Braga utilizando dados da FUNVERDE sobre o consumo de sacolas plásticas no país.

Sacola mais você

This Post Has One Comment
  1. Olá sou Thais Lopes, jovem educadora ambiental no município de Pirapora/MG, onde moro à 15 anos.
    Gostaria de implantar no meu município um projeto das sacolas ecológicas e queria obter informações de como seria possível eu fazer isso.
    Adorei as reportagens do site, são todas muito importantes e interessantes.
    Abraços.
    Thais Lopes
    Pirapora/MG

Deixe uma resposta

Back To Top