skip to Main Content

Projeto bosque sensorial – plantio de 12 de outubro de 2014

E finalmente chegou a primavera. Infelizmente com temperaturas beirando os 40 graus todos os dias, mas com nossas árvores do bosque sensorial florescendo e frutificando.

Domingo foi um dia péssimo para plantar porque a umidade estava baixa e a temperatura altíssima, mas as árvores não esperam, tem que ser plantadas.

Então Lá fomos nós para mais um dia de plantio.

Para essas árvores enormes, a carriola ajuda muito.

Reaproveitamento de material descartado de construção para estaquear árvores.

Enquanto uns poucos plantam, a esmagadora maioria vai ao parque fotografar, fazer álbum de grávida, de noivado, de casamento, ou mesmo fazer selfie. Ah, a humanidade e seus passageiros. Ninguém quer ser tripulante. Não dá status postar foto de tripulante no instagram e facebook.

Espaço sem árvore.

Já com a árvore plantada e protegida.

Pelo tronco, folhas e flores, você consegue reconhecer esta fruta?

É a acerola.

Enquanto o Cláudio plantava, uma mulher parou de fazer a caminhada em volta do bosque e ficou observando. Ele que estava pensando no que a mulher ficou pensando enquanto observava.  Mas oferecer ajuda…

E esta fruta, você conhece?

É a jaca. Este é o primeiro ano em que as jaqueiras frutificam de verdade. Nos outros anos, quando a jaca ficava do tamanho de uma bola de tenis, ela caia. Mas este ano teremos muitas jacas, não é Ayrton?

Este ano o bosque também terás muita mangas, pois plantamos mais de 10 variedades de mangas e já há alguns anos elas frutificam, para o deleite dos visitantes do bosque.

Amoras, amoras e mais amoras, de muitas variedades já estão frutificando. E quando as mãos estão ocupadas, colhemos com a boca.

Hora de recolher as embalagens e ferramentas e ir embora para casa tomar um belo banho para diminuir o calor.

Mais um dia de dever cumprido, de desestressar da semana corrida.

Ah, os ingás e as pitangas já podem ser comidos. A guabirobas, araçás e goiabas estão quase no ponto de serem comidos. Estão madurando rapidamente.

Que tal ter um bosque sensorial em sua cidade, para comer frutas da época no pé, gratuitamente?

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top