skip to Main Content
México Inaugura A Primeira Estrada Do Mundo Feita De Plástico

México inaugura a primeira estrada do mundo feita de plástico

Por Revista Saber Viver Mais

O melhor de tudo é que a estrada tem 50% a mais de vida útil do que as estradas tradicionais feitas de cimento e concreto.

Finalmente o mundo está entendendo que é necessário caminhar para um futuro sem poluição. Mesmo que isso tenha demorado, o homem está entendendo a necessidade de se reinventar para prolongar nossa estadia na Terra.

Existem várias iniciativas relacionadas à reciclagem, mas do México vem uma que promete revolucionar totalmente a nossa maneira de construir estradas.

Estrada feita de plástico

Construída em Guanajuato, México, essa é a primeira estrada do mundo feita de plástico reciclável, sendo feita também em alguns locais por trechos de asfalto reciclado.

Essa iniciativa vem do Ministério das Comunicações e Transporte (SCT), além de empresas dedicadas ao campo.

Segundo a Forbes, a estrada conectará as cidades de Irapuato e Cuerámaro, com uma extensão de 14 quilômetros.

Ela foi construída com 1,7 toneladas de plástico usado e reciclado, isso equivale mais de 400 mil contêineres de material reciclado.

DOW

A Dow Chemical Company foi a empresa que materializou a ideia, juntamente com as empresas Vise, Surfax, Lasfalto e Omnigreen.

“Com esta nova tecnologia, não apenas oferece uma solução possível para o gerenciamento de resíduos de plástico, mas também permite que a vida teórica das estradas seja estendida em até 50% em relação ao asfalto convencional.” Disse a empresa Dow através de um comunicado.

Dentre os vários setores que a empresa atua, o ramo das estradas é a principal delas, incluindo obviamente os motoristas. Paula Sans, diretora geral da Dow, apontou para a economia circular gerada com esse tipo de reciclagem, onde você pode tirar proveito em mais de uma ocasião.

“Demonstrar que estradas feitas de asfalto modificado de alto desempenho podem ser obtidas usando material plástico reciclado é um passo adiante para desenvolver aplicativos com base em um modelo de negócios de economia circular e até fornecer uma solução para a crescente preocupação em relação à gestão de resíduos plásticos”, disse.

A empresa afirma que a intenção agora é aumentar esse projeto para uma escala maior, claro.

Texto originalmente publicado no Forber.MX, livremente traduzido e adaptado pela equipe da Revista Saber Viver Mais

veja mais aqui

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top