skip to Main Content
O Crescimento Populacional Dos Continentes: 1950-2100

O crescimento populacional dos continentes: 1950-2100

A população mundial era de 2,5 bilhões de habitantes em 1950, passou para 7,5 bilhões em 2017 e deve atingir 11,2 bilhões em 2100, segundo a projeção média da Divisão de População da ONU. A população global mais que quadruplicou em 150 anos. Mas este crescimento se deu de forma diferenciada nos continentes.

A África tinha 229 milhões de habitantes em 1950, chegou a 1,25 bilhão em 2017 e deve atingir 4,5 bilhões de habitantes em 2100. No mesmo período a Ásia, o continente mais populoso, passou de 1,4 bilhão, para 4,5 bilhões e deve chegar a 4,8 bilhões de habitantes no final do século. A América Latina e Caribe (ALC) que tinha somente 169 milhões de habitantes em 1950, passou para 646 milhões em 2017 e deve alcançar 712 milhões de habitantes em 2100.

A América do Norte (Estados Unidos e Canadá) tinham uma população um pouco maior do que a ALC em 1950, de 173 milhões de habitantes, chegou a 361 milhões em 2017 e deve alcançar 500 milhões em 2100. A Europa tinha o terceiro contingente populacional em 1950, com 549 milhões de habitantes, chegou a 742 milhões em 2017 e deve cair para 653 milhões em 2100. A Oceania tinha somente 13 milhões de habitantes em 1950, passou para 41 milhões em 2017 e deve ficar com 72 milhões de habitantes em 2100.

O gráfico abaixo mostra que o crescimento entre 1950 e 2100 foi de 4,4 vezes na população mundial. A Europa será o continente com menor acréscimo, crescendo apenas 20% nestes 150 anos. A América do Norte deve apresentar crescimento de 2,9 vezes. A América Latina e Caribe (ALC) ultrapassou a América do Norte com o crescimento de 4,2 vezes. A Oceania cresceu muito, 5,7 vezes, mas como tinha uma população base muito pequena, continua sendo o continente com menor volume demográfico.

A Ásia que era o continente com o maior volume populacional (representava 55% da população global) deve crescer 3,4 vezes nestes 150 anos, mas deve chegar a uma participação de 42,7% em 2100. Já a África será o continente com maior crescimento, aumentando em 19,5 vezes o seu volume populacional. Em 1950, a África representava somente 9% da população global e deve passar para 40% em 2100.

crescimento da população, por continentes: 1950-2100

Em 65 anos, entre 1950 e 2015, o mundo acrescentou quase 5 bilhões de pessoas. Nos próximos 85 anos deve acrescentar outros 4 bilhões de indivíduos. O ritmo de crescimento demográfico está diminuindo. Apesar de todo este crescimento populacional, o padrão de vida humano melhorou bastante. Mesmo considerando que há muitas desigualdades sociais, houve redução geral da mortalidade infantil e aumento da esperança de vida.

Porém, todo o progresso humano ocorreu às custas do retrocesso ambiental. Atualmente a humanidade já ultrapassou a capacidade de carga da Terra e a cada dia a Pegada Ecológica cresce mais do que a Biocapacidade. Também já ultrapassou 4 das 9 fronteiras planetárias. Isto mostra que os desafios para as próximas décadas será imenso, pois as pessoas dependem da natureza e, como a natureza não depende das pessoas, pode haver escassez ecológica para tanta demanda humana.

José Eustáquio Diniz Alves, Colunista do Portal EcoDebate, é Doutor em demografia e professor titular do mestrado e doutorado em População, Território e Estatísticas Públicas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas – ENCE/IBGE; Apresenta seus pontos de vista em caráter pessoal.

Fonte – EcoDebate de 16 de julho de 2018

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top