skip to Main Content
O Himalaia é Visto Novamente De Algumas Partes Da Índia Pela Primeira Vez Em 30 Anos

O Himalaia é visto novamente de algumas partes da Índia pela primeira vez em 30 anos

La Vanguardia

A cordilheira foi vista a uma distância de mais de 160 quilômetros, graças aos baixos níveis de contaminação durante a pandemia

É a primeira vez em quase trinta anos que o Himalaia é visto a uma distância de mais de 160 quilômetros. Algo que não aconteceu por causa da contaminação, mas quando foi abatido por confinamento, segundo a CNN , reapareceu.

Muitas pessoas repetiram isso nas redes sociais. Especialmente os moradores da cidade de Jalandhar e arredores, que publicaram todos os tipos de fotos. Alguns deles foram rápidos em se tornar virais.

O que a natureza realmente é e como a arruinamos. Esta é a cordilheira de Dhauladhar, no Himachal [no Himalaia], visível após 30 anos, desde Jalandhar (Punjab) após a contaminação ter caído ao seu nível mais baixo. Isso fica a aproximadamente 200 km de distância em linha reta “, diz um usuário entusiasmado.

Ver imagen en Twitter

Pela primeira vez em quase 30 anos, pude ver claramente o Himalaia porque o confinamento na Índia está eliminando a poluição do ar. Simplesmente incrível ”, comenta outro internauta, animado.

Ver imagen en Twitter

Ver imagen en Twitter

A Índia abriga 21 das 30 cidades mais poluídas do mundo, seis delas entre as 10 melhores, de acordo com dados do IQAir AirVisual World Air Quality Report 2019. Em Jalandhar, a qualidade do ar foi classificada como “boa” pelo Índice Nacional da Índia por 16 dos 17 dias em que o confinamento foi mantido. Nas mesmas datas de 2019, a cidade não teve uma “boa” qualidade do ar por um único dia.

O fechamento de indústrias devido à paralisia de atividades não essenciais, ao decreto de confinamento e ao cancelamento de voos comerciais causou uma redução de 44% nos níveis de poluição do ar, de acordo com a norma PM10 em Délhi, conforme registrado pelo Conselho Central de Controle da Poluição da Índia.

A Índia alcançou 8.356 casos confirmados de coronavírus, quase triplicando o número de infecções em uma semana, que era de 3.000 há sete dias. Além disso, foram registradas 237 mortes, 34 delas nas últimas 24 horas.

 

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top