skip to Main Content

O Perigo dos Ftalatos

ftalato

Você sabia que os plásticos (ou mais precisamente, os ftalatos) são considerados o poluidor número um ao corpo humano?
Mas afinal, o que é ftalato?
Os ftalatos são um conjunto de substâncias capazes de tornar plásticos rígidos em plásticos maleáveis.
Presentes nos materiais de construção e até em embalagens alimentares, os produtos que contêm ftalatos podem contaminar o ser humano.
Como os ftalatos saem do plástico, eles entram em contato com o alimento que será ingerido por nós. Atenção especial deve ser dada para alimentos gordurosos que vêm acondicionados em embalagens plásticas. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), os ftalatos são moléculas parecidas com as de gordura, e podem facilmente ligar-se a elas nos alimentos.
Essa substância química também está presentes em itens que você não consideraria plásticos, como pesticidas, detergentes, cosméticos, medicamentos, até mesmo no shampoo!
Muito provavelmente você não sabia das informações acima porque também não tem consciência dos enormes danos que eles nos causam!
Vou citar alguns:
1: Os ftalatos prejudicam a química dos ácidos graxos, em especial o ácido graxo DHA, fundamental para o revestimento celular ou membrana. Este ácido graxo é a base para a saúde cerebral, incluindo memória!
2: Os ftalatos podem criar uma deficiência de zinco que compromete o metabolismo das vitaminas A e B6. Por sua vez, isso pode levar a condições como indigestão, depressão, doenças cardíacas, câncer, diabetes e envelhecimento acelerado. Como observação, a combinação de baixo teor de zinco e baixo DHA pode levar à inflamação crônica, uma das patologias subjacentes mais comuns da maioria das doenças, levando a doenças autoimunes (artrite reumatoide, esclerose múltipla) ao câncer e doenças cardíacas.
3: Os ftalatos foram considerados responsáveis por danificar o pâncreas levando ao diabetes, resistência à insulina e síndrome metabólica.
4: Os ftalatos danificam a função hormonal, especialmente a tireoide e a testosterona.
5: Os ftalatos podem desequilibrar a química do colesterol; elevando ele e, ao mesmo tempo, evitando que ele forme os “hormônios felizes (neurotransmissores) do cérebro.
6: Os ftalatos podem danificar a capacidade do corpo de produzir a enzima catalase, absolutamente essencial para eliminar o peróxido de hidrogênio que as células cancerosas produzem para criar metástases ou se espalharem por todo o corpo. A falta de catalase é uma razão pela qual muitos tipos de câncer parecem estar em remissão após os tratamentos, apenas para ressurgir meses ou anos depois com consequências letais.
Muitas doenças nunca serão curadas até que os ftalatos sejam eliminados.
E aí, agora que você já está ciente do poder que os plásticos têm em nos fazer mal, vai continuar esquentando e resfriando seus alimentos neles?
Fonte – Dra Gabriela Castello Branco, Nutrindo Ideais de 14 de dezembro de 2017
Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top