skip to Main Content

Primeiro livro a narrar história de Maringá será relançado neste mês

Terra Crua foi escrito pelo advogado, empresário, vereador e piloto de avião, José Ferreira Duque Estrada; livro é patrocinado pela VIAPAR

Você acha que a Maringá de hoje é uma cidade violenta? Se a resposta for sim, saiba que nas primeiras décadas do município a hostilidade entre os moradores foi ainda maior. Isso está retratado no primeiro livro sobre a história da cidade, Terra Crua, escrito pelo já falecido advogado, empresário, piloto de avião, vereador e colecionador de documentos e fotografias, José Ferreira Duque Estrada. A obra será relançada neste mês, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Maringá.

O livro relata acontecimentos reais, como a constante falta de energia e a necessidade da utilização de uma lanterna na mão esquerda, uma vez a direita segurava o revolver carregado até a tampa de balas. Este trabalho de resgate histórico está sendo coordenado pelo pesquisador, Miguel Fernando, o professor da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Reginaldo Dias, e pelo cientista político, Sérgio Gini. “Ele também retrata o primeiro embate político de Maringá, na época, travado pelo então prefeito Innocente Villanova Junior e os vereadores, que votaram pela deposição do mesmo. O prefeito se entrincheirou na prefeitura e disse que de lá não saia”, contou Miguel Fernando.

Segundo ele, Terra Crua foi escrito no ano 1957 e não ficou restrito apenas as histórias oficiais da época. “Está tudo lá. Além dos embates políticos, a Maringá boca de sertão da época”, comentou. Um lugar onde muitas pessoas foram assassinadas. Em determinada parte do livro, o relato de pessoas que tiveram os pés amarrados às cabeças e foram jogadas em rios – uma dança macabra e desesperada, segundo o escritor, contada em detalhes por Duque. “Como o livro é muito antigo os exemplares que restam estão muito deteriorados. É uma forma de preservar a história”, completou Miguel Fernando.

A reedição da obra Terra Crua terá 280 páginas, sendo 166 delas reservadas a cópias originais do livro. O restante será composto por fotos antigas de locais citados no texto original, um posfácio escrito por Fernando Duque Estrada, filho de José Ferreira, além de um ensaio produzido por estudiosos da UEM, uma carta direcionada ao então prefeito de Maringá na época e poemas escritos pelo Duque. Ao todo devem ser impressos 3 mil exemplares do livro, o qual será distribuído gratuitamente para bibliotecas e escolas de Maringá e toda a região.

Lembrando que a obra está sendo patrocinada pela concessionária de rodovias VIAPAR, empresa responsável pela administração de estradas nas regiões Norte, Noroeste e Oeste do Paraná. “O relançamento do Terra Crua é um dos eventos mais importantes da cultura maringaense em 2014. Estamos contentes e patrocinar esta nova reedição”, finalizou o assessor de comunicação da empresa, Marcelo Bulgarelli.

ESCRITOR – Jorge Ferreira Duque Estrada nasceu, em 1916, na cidade de São Gonçalo (RJ) às margens da Baia de Guanabara – em Niterói (RJ) estudou odontologia e direito. Chegou a Maringá no final da década de 40, onde viveu por 14 anos. Antes de vir para Maringá morou dois anos em São José do Barreiro (SP), onde foi promotor público.

Fonte – Assessoria de imprensa da VIAPAR de 12 de novembro de 2014

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top