skip to Main Content

Projeto bosque sensorial – 16 de novembro de 2014

Ficamos quase um mês sem plantar nada no bosque sensorial, simplesmente porque não choveu nada neste mês e plantar seria condenar as árvores à uma morte certa.

Agora que a chuva voltou – mais ou menos – voltamos ao bosque para manutenção e na próxima semana plantaremos as últimas árvores do ano, se chover um pouco mais.

Olhem o que a falta de chuva fez com as últimas árvores plantadas. Secaram completamente. Mas não se enganem, elas não estão mortas, já tem folhas novas nascendo. Só sofrem muito, as flores que vieram do viveiro e que poderiam se transformar em frutas morrem e elas atrasam na frutificação, provavelmente só frutificarão no ano que vem.

Troca de protetor de roçada.

Mais algumas semanas e teremos goiabas vermelhas saborosas.

Podando os pés de acerola, que estão cheios de flores e frutas verdes e maduras.

Podando os ingazeiros.

Podando as paineiras.

Limoeiros com limões quase  no ponto de limonada.

Conhece esta árvore?

E agora reconheceu pela fruta? É o caju. O bosque tem vários cajueiros, todos frutificando pela primeira vez.

E esta árvore, você conhece? Olhe o tamanho dela e cheio de frutas ainda verdes.

Como hoje só faremos manutenção com poda e conserto de  proteção de roçada tivemos tempo para fotografar as árvores que estão frutificando.

E agora a fruta mais esperada, porque já há dois anos que as frutas caem enquanto estão pequenas. Mas este ano teremos jaca mole e jaca dura.

No final do trabalho, tivemos que comer manga do pé. Mas para isso o Ayrton teve que trepar na árvore.

Quer desestressar no final de semana? Venha nos ajudar a plantar árvores no bosque sensorial.

Este Post tem 2 Comentários
  1. Que lindo, onde vocês conseguem essas frutíferas maravilhosas e com pés tão pequenos já frutificando?
    Gostaria de saber, pois amo a natureza e adoro cuidar dela, aqui em minha casa tenho algumas frutíferas em vaso, é muito gratificante vê que oque se cuida com tanto carinho nos corresponde com frutos deliciosos.

Deixe uma resposta

Back To Top