skip to Main Content

Receita de sabão líquido para lavar roupa

Como fazer sabão líquido para lavar roupa

Além de mais econômico e sustentável, o sabão líquido caseiro rende mais na hora de lavar roupa

Existem várias formas de deixar o seu dia a dia mais sustentável. Evitar o uso de sabão em pó e detergentes convencionais é uma delas, principalmente no caso dos que contêm branqueadores à base de cloro. Além disso, esse tipo de produto não é obrigado por lei a ser biodegradável – leia mais sobre como ser mais sustentável ao comprar sabão. Por isso, uma boa ideia é saber como fazer sabão líquido para lavar roupa. O sabão líquido caseiro evita o uso do modelo tradicional, é mais econômico e ainda rende mais.

Como fazer sabão líquido para lavar roupa

Ingredientes

Apetrechos necessários

  • 1 panela grande
  • 1 ralador
  • 1 filtro ou peneira

Modo de preparo

Rale 200 gramas do sabão em barra. Em seguida, esquente um litro de água na panela e adicione as raspas. Quando as raspas se dissolverem, junte três colheres de sopa de bicarbonato de sódio e misture, deixando descansar por uma hora. Depois disso, acrescente um litro de água morna e passe a mistura por um filtro ou peneira fina para retirar os pedaços não dissolvidos. Feito isso, aplique dez gotas de óleo essencial de limão ou outro de sua preferência (caso não disponha, veja como fazer seu próprio óleo essencial) e junte com um litro de água fria.

Realizado o procedimento, agite bem a mistura. Deixe descansando mais um pouco e divida em potes menores para utilizar na lavagem de roupas com a máquina. Pronto!

A quantidade necessária de sabão líquido para lavar roupas depende da quantidade de roupas e de quanto você acha que é necessário para a limpeza desejada. Normalmente um copo americano (cerca de 200 ml) é o suficiente para uma máquina de lavar roupas cheia.

E não se esqueça, como todo produto de limpeza, mantenha fora do alcance de crianças e animais de estimação. Também é prudente identificar seu sabão líquido caseiro no recipiente, para evitar que a mistura seja confundida com outros produtos que anteriormente ocupavam as embalagens utilizadas.

Fonte – eCycle

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top