skip to Main Content

Seattle aprova lei que multará quem jogar comida no lixo

A cidade de Seattle, no noroeste dos Estados Unidos, está prestes a se tornar a primeira do país a multar quem jogar restos de comida e outros produtos orgânicos no lixo em vez de separá-los para fazer compostagem.

Uma nova lei municipal que entrou em vigor no começo do ano proíbe especificamente estabelecimentos comerciais e residências de jogarem restos orgânicos no lixo. Por enquanto, as pessoas que infringem a norma são apenas avisadas com um adesivo vermelho em sua lixeira, mas a partir de julho isso passará a doer no bolso.

As residências que tiverem lixeiras flagradas com resíduos orgânicos serão multadas em US$ 1 por cada infração. No caso dos estabelecimentos comerciais e apartamentos, cuja coleta de lixo é centralizada, a multa poderá chegar a US$ 50.

A prefeitura de Seattle oferece gratuitamente a moradores recipientes para serem jogados restos de comida, guardanapos de papel, folhas e ervas do jardim ou caixas de papelão para pizzas. Essas caixas podem ser usadas para armazenar os resíduos orgânicos e para que cada lar produza sua própria compostagem, ou podem deixá-las na rua para que os caminhões de reciclagem as recolham.

“Seattle é uma cidade líder em reciclagem. A maioria de nossos moradores e negócios já realizam sua própria compostagem, e isso mostra uma progressão em nosso esforço coletivo para que a cidade seja cada vez mais verde”, declarou o diretor de resíduos sólidos do departamento de Serviços Públicos de Seattle, Tim Croll.

Segundo uma pesquisa da prefeitura, 74% dos moradores de Seattle aprovam a medida, enquanto 11% são contrários.

Atualmente, a cidade recicla 56% de seus resíduos, cerca de 407.125 toneladas ao ano. No entanto, o número ficou estagnado ultimamente, e o objetivo da prefeitura com a iniciativa é aumentá-lo.

De acordo com os dados divulgados, a nova medida evitará que cerca de 38 mil toneladas anuais de resíduos orgânicos terminem no lixo, o que contribuirá para atingir o objetivo fixado pela cidade de alcançar 60% de reciclagem até o fim de 2015.

Os resíduos orgânicos recolhidos pela prefeitura serão encaminhados a fábricas nas quais será feita a compostagem para os parques e jardins da cidade.

A cada ano, Seattle, cidade com 650 mil habitantes, gera uma média de 100 mil toneladas de resíduos orgânicos que não são reciclados e vão parar em um depósito de lixo no estado de Oregon, o que representa um elevado custo para os cofres municipais e contribui para a emissão de gases do efeito estufa.

Segundo dados da Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA), os resíduos orgânicos representam aproximadamente 20% do total de lixo não reciclado do país, à frente de produtos como plástico, papel, metal e vidro.

Em 2012, o último ano com dados disponíveis, os EUA geraram 34,7 milhões de toneladas de resíduos orgânicos que não foram utilizadas para a compostagem.

A lei aprovada por Seattle que proíbe de jogar resíduos orgânicos no lixo já existe desde 2005 para outros produtos recicláveis, como papel, garrafas e latas.

Em julho, Seattle se tornará a primeira cidade dos Estados Unidos a punir quem jogar restos de comida no lixo. Outras cidades como Nova York, San Francisco e Portland (Oregon) também aprovaram medidas destinadas a estimular a compostagem, mas nenhuma é tão severa como a da maior cidade do noroeste americano.

Fonte EFE de 03 de fevereiro de 2015

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top