Documentário Caatingas em Risco

Ao exibir imagens das 14 unidades de conservação de proteção integral do Bioma Caatinga, incluindo o Parque Nacional da Chapada Diamantina (BA), o Parque Nacional da Serra da Capivara (PI) e o Parque Nacional do Catimbau (PE), o documentário Caatingas em Risco, com direção de Augusto Amorim (da CEDIST) e Neison Freire (do CIEG) – com roteiro do primeiro e imagens do segundo -, tem pré-estreia dia 09 de maio, às 16:30, na sala Calouste Gilbenkian, na Fundaj/Casa Forte, logo após a discussão dos Programas Institucionais. O evento é aberto ao público.

Produzido pela Fundação Joaquim Nabuco, o longa é resultado de uma extensa pesquisa realizada no período de três anos e coordenada por Neison Freire, pesquisador da Fundaj. O documentário se trata de um paralelo a pesquisa de Neison, cujos resultados servirão de base para ações que preservem o bioma da caatinga, único exclusivamente brasileiro e até então o menos estudado. “Avaliamos o estado de conservação dessas 14 unidades. Ao expor os problemas, damos subsídio para que a degradação do bioma seja contida”, destaca o pesquisador, que durante três anos (até 2016) coletou, em campo, dados das unidades para análise.

O lançamento do documentário é parte das comemorações da Semana Nacional da Caatinga, que acontece no final de abril, celebrada ainda por eventos científicos e culturais que destacam a necessidade e a importância da conservação desse bioma.

Caatingas em Risco inclui fotografias e imagens em vídeo das unidades de conservação, além de entrevistas com gestores, analistas ambientais, brigadistas e moradores, realizadas por Neison Freire e com o apoio das pesquisadoras Débora Coelho Moura e Janaína Barbosa da Silva e da diretora de Pesquisas Sociais da Fundaj, Alexandrina Sobreira.

As imagens adicionais da apresentação e finalização do documentário, narrado pela atriz, fonoaudióloga e preparadora vocal Leila Freitas, foram registradas por Júlio Ribeiro, com som direto de Xisto Ramos. O trabalho de edição foi iniciado por Jorge Rocha e completado por Hélio Moura Filho, todos da equipe técnica da Massangana Multimídia Produções.

Fonte – Fundação Joaquim Nabuco

Deixe uma resposta