skip to Main Content

Bayer quer acabar com nome ‘Monsanto’ para tentar limpar sua barra

A Monsanto é conhecida pela péssima reputação entre ativistas

A fusão entre a Bayer e a Monsanto, anunciada em setembro de 2016, criou a maior companhia integrada de pesticidas e sementes do planeta. O negócio foi estimado na casa dos 249 bilhões de reais e deu ao grupo alemão o controle de todos os produtos da marca.

Dois anos após a compra a Bayer acaba de anunciar a supressão do nome da Monsanto. Ou seja, a partir de agora todas as sementes e pesticidas produzidas pela empresa norte-americana serão comercializadas com a logo da gigante de medicamentos.

A notícia causou revolta de entidades de defesa do meio ambiente e agricultores, que acusam a Bayer de tentar se distanciar da Monsanto, durante décadas alvo de manifestações e protestos sobre os efeitos nocivos para a saúde e ambiente causados por seus produtos.

A Bayer é acusada de tentar omitir o nome da Monsanto para evitar polêmicas. Fotos: foto 1: Wikipédia/foto 2: Pixabay

A Bayer se pronunciou dizendo que a própria Monsanto já havia estudado trocar seu nome, mas por razões desconhecidas isso não se concretizou. O presidente da companhia alemã criticou ainda o que chamou de “frentes ideológicas”.

“Estamos ouvindo os que nos criticam para trabalharmos, porém o progresso não deve ser detido pelo fortalecimento das frentes ideológicas”, finalizouWerner Baumann.

As agências responsáveis pela regulamentação da concorrência nos Estados Unidos e Europa autorizaram a fusão, mas exigiram que a Bayer vendesse parte de suas atividades à rival BASF. O negócio faz da nova empresa a maior do setor e dona de um faturamento perto dos 20 bilhões de euros.

Presente na lista das 10 companhias mais odiadas da América, a Monsanto foi fundada em 1901 pelo químico John Francis Queeny e desde a década de 1990 se destacou na química agrícola. Sua má reputação foi construída pela presença na linha de produção itens como o Roundup, um dos herbicidas mais usados do mundo apesar de ser classificado como cancerígeno.

Fonte – Hypeness de junho de 2018

Deixe uma resposta

Back To Top