skip to Main Content

Com aquecimento solar, unidades do Minha Casa Minha Vida reduzem conta de luz em até 30%

Sistema de aquecimento solar contribui para sustentabilidade ambiental dos empreendimentos e economia de quase 900 mil pessoas

Um sistema de aquecimento solar nas unidades do Minha Casa Minha Vida (MCMV) vai beneficiar cerca de 896 mil pessoas em diversas regiões do Brasil. A instalação aumenta a eficiência energética, contribuindo para a sustentabilidade ambiental dos empreendimentos e para a economia das famílias, com reduções na conta de luz de até 30%. Os custos estão incluídos nos valores máximos de aquisição dos imóveis, não acarretando gastos adicionais para as famílias beneficiárias.

Uma pesquisa realizada em 2014 pela Caixa, Eletrobrás e Universidade UNA nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul mostra que 60% dos usuários perceberam economia na conta de energia com a utilização do SAS. A pesquisa foi realizada com apoio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit – GIZ (Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável).

Desde a segunda fase do programa, a instalação do sistema é obrigatória nas unidades unifamiliares contratadas a partir de junho de 2012, nas modalidades Empresas e Entidades, que atendem famílias com renda até R$ 1.600,00.

Os empreendimentos do MCMV possuem infraestrutura com abastecimento de água, esgotamento sanitário, pavimentação, energia elétrica, iluminação pública e coleta de resíduos sólidos.

Desde 2009, o Ministério das Cidades contratou 3,9 milhões unidades habitacionais no Brasil com investimento de R$ 265,2 bilhões. Em breve o governo federal vai anunciar a terceira fase do Programa. A meta é contratar mais 3 milhões de unidades habitacionais em todo o País.

Fonte – Ministério das Cidades / EcoDebate 17 de julho de 2015

Deve se tornar lei para qualquer nova construção a instalação de aquecimento solar e energia fotovoltaica, além de captação de água de chuva para reuso. É o básico. E zerar impostos para estes equipamentos.

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top