skip to Main Content
É Necessária Uma Mudança Urgente Para Regular O Impacto Nocivo Dos Produtos Químicos No Meio Ambiente

É necessária uma mudança urgente para regular o impacto nocivo dos produtos químicos no meio ambiente

Mudança urgente é necessária para regular os impactos ambientais de produtos químicos / Urgent change needed to regulate the environmental impacts of chemicals

  • Um estudo internacional identificou as questões mais importantes que os pesquisadores devem abordar para ajudar a proteger nosso planeta na próxima década
  • Produtos químicos liberados pela atividade humana; como dirigir carros, usar produtos de higiene pessoal e usar pesticidas, estão resultando em perda de biodiversidade, aumento de riscos naturais e ameaças à segurança alimentar, hídrica e energética
  • Pesquisa visa servir como um roteiro para os decisores políticos, reguladores, indústria e financiadores

Estudo internacional, envolvendo cientistas da Universidade de Sheffield, identificou as questões mais importantes que os pesquisadores devem abordar a fim de ajudar a proteger nosso planeta de produtos químicos na próxima década.

A pesquisa visa servir como um roteiro para os decisores políticos, reguladores, indústria e financiadores – definindo a agenda de pesquisa e pioneira em uma abordagem mais coordenada para a regulamentação de produtos químicos.

Os produtos químicos liberados pela atividade humana – como dirigir carros, usar produtos de higiene pessoal, tomar remédios e usar pesticidas – estão resultando em perda de biodiversidade, aumento de riscos naturais e ameaças à segurança alimentar, hídrica e energética.

A professora Lorraine Maltby, uma das principais autoras do estudo internacional do Departamento de Ciências Animais e Vegetais da Universidade de Sheffield, disse: “Até agora, a regulamentação de produtos químicos tem sido muito simplista. Os cientistas tendem a olhar para o impacto de um produto químico em uma única espécie em um laboratório, o que não explica a complexidade do mundo natural.

“Plantas e animais em ambientes naturais podem ser expostos a centenas de produtos químicos. Uma abordagem muito mais holística para avaliar os efeitos das combinações de produtos químicos e outros fatores sobre as comunidades ecológicas é necessária para proteger nosso mundo natural.

“Todos os dias o xampu que lavamos pelo ralo, os produtos de limpeza que usamos e as emissões de nossos carros têm um efeito complexo em nossa biodiversidade. O impacto ecológico dessa exposição pode variar devido à presença de outros estressores, por exemplo, temperatura elevada e a sensibilidade das plantas e animais expostos aos produtos químicos. ”

Ela acrescentou: “Nossa pesquisa realmente ajudará a concentrar o esforço científico nas questões que realmente importam e a informar as decisões sobre o tipo de investigações necessárias para atualizar as políticas e regulamentações ambientais”.

A pesquisa pioneira faz parte de um exercício de escaneamento de horizonte global muito maior, coordenado pela Sociedade de Toxicologia Ambiental e Química. Estudos semelhantes também estão sendo realizados na América do Norte, América Latina, África, Ásia e Australásia.

A equipe internacional de cientistas identificou 22 questões que precisam ser respondidas para preencher as lacunas de conhecimento mais urgentes. Eles incluem perguntas sobre quais substâncias químicas devemos estar mais preocupadas, onde os pontos críticos dos principais contaminantes estão em todo o mundo e como podemos desenvolver métodos para proteger a biodiversidade e os ecossistemas.

O professor Maltby disse: “Muitos produtos químicos, como pesticidas e remédios, obviamente têm um grande benefício para as pessoas, mas é importante considerar o custo ambiental também para obter um equilíbrio.

“Ao priorizar 22 perguntas, esperamos que os cientistas possam identificar quais produtos químicos devem ser atingidos primeiro e também as áreas mais vulneráveis.”

O Departamento de Ciências Animais e Vegetais da Universidade abriga uma das maiores comunidades de biólogos de organismos inteiros do Reino Unido. A pesquisa no departamento, que é usada para aprender e ensinar estudantes de Sheffield, abrange animais, plantas, seres humanos, micróbios, evolução e ecossistemas, em habitats que vão das regiões polares aos trópicos. Este trabalho visa lançar uma nova luz sobre os processos fundamentais que orientam os sistemas biológicos e ajudam a resolver problemas ambientais prementes.

Referência

Van den Brink, P. J., Boxall, A. B., Maltby, L. , Brooks, B. W., Rudd, M. A., Backhaus, T. , Spurgeon, D. , Verougstraete, V. , Ajao, C. , Ankley, G. T., Apitz, S. E., Arnold, K. , Brodin, T. , Cañedo Argüelles, M. , Chapman, J. , Corrales, J. , Coutellec, M. , Fernandes, T. F., Fick, J. , Ford, A. T., Giménez Papiol, G. , Groh, K. J., Hutchinson, T. H., Kruger, H. , Kukkonen, J. V., Loutseti, S. , Marshall, S. , Muir, D. , Ortiz Santaliestra, M. E., Paul, K. B., Rico, A. , Rodea Palomares, I. , Römbke, J. , Rydberg, T. , Segner, H. , Smit, M. , van Gestel, C. A., Vighi, M. , Werner, I. , Zimmer, E. I. and van Wensem, J. (2018), Toward sustainable environmental quality: Priority research questions for Europe. Environ Toxicol Chem. . doi:10.1002/etc.4205. https://doi.org/10.1002/etc.4205

Fontes – The University of Sheffield / tradução e edição Henrique Cortez, EcoDebate de 24 de julho de 2018

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top