skip to Main Content

Líder sugere sacolas

Câmara municipal de Curitiba – 14 de maio de 2007

O vereador Mario Celso Cunha (PSDB), líder do prefeito na Câmara Municipal de Curitiba, está sugerindo à Secretaria Municipal do Meio Ambiente que edite normas visando o estímulo à utilização de sacolas plásticas que se decompõem nas feiras livres, mercadões e outros pontos de distribuiçãode hortifrutigrangeiros em Curitiba. Lembra que a medida já foi adotada, com sucesso, nas 22 lojas dos Armazéns da Família.

Segundo o vereador, um novo modelo de sacola, que se decompõe a partir do contato com a luz, calor e outros fatores ambientais num período de 60 dias a 18 meses, contra centenas de anos do plástico comum, já pode ser encontrado à venda e já é utilizado em alguns supermercados.

“Seria uma contribuição fundamental para o meio ambiente em Curitiba, que é conhecida como a capital ecológica e que proporciona qualidade de vida a seus habitantes”, justifica Mario. Segundo o vereador, a nova sacola, chamada de oxibiodegradável, custa cerca de 3% a mais do que a de plástico comum, mas apresenta benefícios incomparáveis.

O vereador lembra que existe tramitando na Assembléia Legislativa um projeto, de autoria do deputado estadual Caíto Quintana, que prevê a redução do ICMS das sacolas ambientalmente corretas, o que deve tornar o produto ainda mais barato.

Segundo Mario Celso, alguns comerciantes das feiras orgânicas do Passeio Público, do Jardim Botânico e da Praça do Expedicionário já se utilizam do material, que complementa o objetivo do trabalho dos agricultores, que evitam o uso do agrotóxico.

“Seria fundamental que o produto passasse a embalar todos os hortifrutigrangeiros comercializados nas feiras e mercados do município de Curitiba, o que com certeza vai antecipar uma tendência mundial, já que hoje a grande preocupação da humanidade é preservar o ambiente”, finaliza o líder do prefeito.

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top