skip to Main Content
Um Ecologista Com Um Olho Na Previsão Do Futuro

Um ecologista com um olho na previsão do futuro

Science – Elizabeth Pennisi15/08/2019

A Iniciativa de Previsão Ecológica visa auxiliar no esforço de prever futuras mudanças nos ecossistemas usando os dados coletados em campo.

LOUISVILLE, KENTUCKY – O objetivo final de muitos biólogos é ser capaz de prever como o seu sistema – seja um genoma, uma célula, um organismo ou um ecossistema inteiro – mudará com o tempo. Para os ecologistas, acrescenta-se “urgência”, pois muitos estão tentando descobrir a melhor maneira de ajudar plantas e animais a lidar com as mudanças climáticas. Para esse fim, Michael Dietze, da Universidade de Boston, ajudou a organizar pesquisadores para estabelecer a Iniciativa de Previsão Ecológica(EFI sigla em inglês). Lançada pela primeira vez há um ano, a EFI é um esforço de base para estabelecer padrões, encorajar abordagens interdisciplinares e desenvolver métodos de previsão que possam ser aplicados a muitas situações, incluindo manejo da pesca, migrações da vida selvagem, florescimento de algas, padrões de incêndios florestais e doenças humanas.

A Science Insider conversou com Dietze esta semana na reunião anual da Sociedade Ecológica da América (ESA), onde organizou uma sessão especial para fazer um balanço dos últimos esforços de previsão e anunciar novos fundos para a iniciativa.

MICHAEL DIETZ

A entrevista foi editada por brevidade e clareza.

P: Conte-me sobre a iniciativa.

R: Esta é uma iniciativa internacional de base que realmente nasceu de séries de workshops, mais especificamente de um workshop patrocinado pela National Ecological Observatory Network  e pelo US Geological Survey, que levou a um artigo de 2018 publicado no Proceedings of National Academy of Ciências . A EFI visa especificamente abordar desafios transversais que abrangem a amplitude de diferentes projetos de previsão. Tem sido muito emocionante ver essa comunidade se unir tão rapidamente. Temos grupos de trabalho focados em uma variedade de tópicos, desde teórica e ciência da decisão até diversidade e educação, bem como desenvolvimento de novas ferramentas e infra estrutura cibernética.

Q: Quem são os previsores?

R:  A previsão ecológica é definitivamente um esforço interdisciplinar. A iniciativa mais ampla inclui cientistas sociais e de decisão, estatísticos, cientistas da computação e pessoas das ciências ambientais e físicas, bem como ecologistas.

P: Qual é o estado atual da previsão ecológica – o que podemos fazer agora?

R:  Há um considerável trabalho em ecologia atualmente dedicado a projeções de longo prazo de possíveis respostas à mudança climática e outras perturbações ambientais em um período de tempo centenário. Você pode ver alguns exemplos dessas previsões na página da Web de projetos de previsão da EFI.

P: O que mais precisa ser feito?

R:  Recentemente, vários membros da comunidade de pesquisa têm defendido a previsão em um portfólio mais amplo de escalas de tempo, incluindo muitas outras previsões de curto prazo. As previsões de curto prazo têm o potencial de serem relevantes para a sociedade e os tomadores de decisão.

P: Qual foi o trabalho mais interessante apresentado na sessão de previsão ecológica?

R:  A amplitude de exemplos de processos ecológicos em que a comunidade está trabalhando. Isso abrange desde doenças humanas (como doenças transmitidas por carrapatos e dengue) até populações de borboletas monarcas, manejo de reservatórios, proliferação de algas marinhas, ciclo de carbono global. Por exemplo, na Flórida,  o projeto Smart Reservoir  usa sensores no campo para fornecer previsões de qualidade da água 16 dias no futuro. Eles ajudam os gerentes de reservatórios a tomar decisões em tempo real sobre como tratar o lago, melhorando a qualidade da água e reduzindo os custos de tratamento.

P: Como a iniciativa está sendo paga?

R: A  EFI tem sido um projeto de paixão para a equipe de organização – tivemos sorte em obter financiamento para a iniciativa e tivemos nossos projetos de previsão individuais financiados, mas agora estamos apenas começando a buscar financiamento para a iniciativa em si. Recebemos recentemente financiamento da National Science Foundation para uma rede de coordenação de pesquisa, o que garante que continuaremos a ter financiamento para os próximos cinco anos para reuniões e coordenação. Como parte disso, também estaremos lançando uma competição de previsão, que anunciamos na [reunião da ESA], mas os detalhes para a competição em si não serão definidos até 2020.

Q: Qual é o próximo?

R:  Realmente parece que estamos em um ponto de inflexão de começar a mudar a maneira como os ecologistas abordam sua ciência e como essa ciência pode servir à sociedade.

Original

Deixe uma resposta

Back To Top