skip to Main Content
Estudantes De Umuarama Conquistam “Desafio Pontes De Macarrão” Pela 2º Vez

Estudantes de Umuarama conquistam “Desafio Pontes de Macarrão” pela 2º vez

A maquete construída por eles suportou o peso de 316,70 kg; recorde maringaense

A equipe de Umuarama “Trovão Dourado”, composta pelos acadêmicos de engenharia civil e mecânica da Universidade Paranaense (Unipar) Danilo Ratti da Silva, Matheus Henrique Rossato Casola, Marcelo Ximenes Pereira e Reytton Felipe da Silva, sagrou-se bicampeã do “Desafio Pontes de Macarrão”. A maquete construída por eles suportou o peso de 316,70 kg. A competição estudantil foi realizada no último sábado (6) no pavilhão da Sociedade Rural de Maringá (SRM) e atraiu inúmeras equipes de várias cidades do Paraná (veja todos os vencedores abaixo).

Os primeiros colocados faturaram troféus, medalhas e premiação em dinheiro de R$ 1.500,00. De quebra levaram mais R$ 500,00 para casa como bonificação pela quebra do recorde maringaense. O projeto vencedor levou dois meses para ser concluído. Um trabalho levado a sério, inclusive com a elaboração de projeto estrutural em computador e tudo mais. “A maquete foi construída em horários alternativos: depois do trabalho, da aula, nos finais de semana. Somando tudo, foram cinco dias, 23 horas e 40 minutos interruptos”, revelou o campeão, Danillo Ratti da Silva. “Tudo foi milimetricamente pensado. É muita satisfação vencer mais uma vez e ainda quebrar o nosso recorde pessoal que era de 232 kg”.

Já o 2º colocado ganhou R$ 1.000,00 e o 3º lugar R$ 700,00. As pontes miniaturas foram construídas com espaguete número 7 e colas epóxi do tipo massa e resina. Para a união das barras e nós também foi admitida a utilização de cola quente em pistola – o peso total não pôde exceder as 1000 gramas. Apenas uma equipe foi desqualificada pela utilização de material não permitido. “De uma forma geral o resultado foi surpreendente, com vários recordes, incluindo o da cidade e quase do Brasil. Faltaram apenas 40 quilos”, revelou o engenheiro civil e organizador da competição, Victor Podanoschi de Paula Peixoto.

O desafio é uma realização da concessionária de rodovias Viapar, elogiada por professores da área. “Um evento de muita qualidade onde os estudantes puderam testar os conhecimentos de engenharia. Envolveu aspecto crítico de raciocínio, projeto, materiais utilizados e o trabalho em equipes. Por mais lúdicas que sejam essas competições elas ativam essas competências, sem contar que ajudam a formar melhores profissionais”, avaliou o professor de engenharia civil, Marcos Veríssimo de Souza Schimitt.

A banca avaliadora foi composta por engenheiros da empresa. Já a balança eletrônica foi cedida pela Feitep.

Resultado final

1º Lugar – Trovão Dourado / Ponte One Tonne

Peso – 316,70 kg

Prêmio – R$ 1.500,00 + R$ 500,00 (bonificação)

Universidade Paranaense (Unipar) – Umuarama

Acadêmicos – Danilo Ratti da Silva, Matheus Henrique Rossato Casola, Marcelo Ximenes Pereira e Reytton Felipe da Silva.

 

2º Lugar – Espaguetossauro Rex

Prêmio – R$ 1.000,00

Peso – 169,80 kg

Faculdade de Engenharia e Inovação Técnico Profissional (Feitep) – Maringá

Acadêmicos – Danilo Cantagalli e João Batista Gabriel

 

3º Lugar – Tanabe Dias

Prêmio – R$ 700,00

Peso – 103,7 Kg

Universidade Estadual de Maringá (UEM) e Unicesumar

Acadêmicos – Christiane Hiromi Tanabe Ogassawara, Julio Akira Tanabe e Vitor Hugo de Oliveira Dias

Fonte – Assessoria de comunicação da VIAPAR de 08 de outubro de 2018

Deixe uma resposta

Back To Top