skip to Main Content

Projeto sacolas ecológicas na CBN

A Mercedes – blog folha verde – encontrou na rede esta entrevista com o Laerty Dudas da SEMA Paraná, sobre as sacolas oxi-biodegradáveis.

Tenho algumas considerações sobre o assunto.

Não são somente 80 milhões de sacolas por mês e sim mais de 1 bilhão de sacolas por mês que os supermercadistas distribuem para poluir o ambiente.

Supermercados, sem contar feiras, farmácias,  padarias, açougues, bazar de R$ 1,99 e todo e qualquer comércio.

Isso é uma enxurrada de plástico, impermeabilizando os aterros sanitários, impedindo a compostagem, criando metano, que é 23 vezes pior que o CO2.

Quando o polietileno, que é transparente é colorido, primeiro, está se utilizando recursos naturais do planeta sem necessidade, jogando no ambiente mais produtos químicos.

Porque não fazer a sacola transparente, com uma cor de propaganda?`

Porque o supermercadista gosta de tantas cores? Tá loco, tem sacola que parece adereço de carnaval, quanto mais ridículo, melhor.

Parece aquele lojista  – falando de Maringá, especificamente – que faz o letreiro da sua loja tomando toda a fachada, o vizinho vai e faz maior,  com letras garrafais, o outro vizinho vai e coloca um letreiro luminoso, para ofuscar os olhos do cliente, como se dizendo compre aqui, compre aqui, compre …

Isso, aqui na cidade, tem criado uma prática de cortar as árvores em frente ao estabelecimento para aparecer o nome da loja inteiro.

Vai ser caipira assim lá na putaqueospariu.

Atitude do Século XX.

Mas … voltando ao assunto sacolas oxi-biodegradáveis, se todos colocassem uma só cor, é só o consumidor olhar, para ver de onde a vizinha veio com tantas compras, pelamordedeus supermercadistas, ninguém é cego, não precisa fazer sua sacola vermelha com bolinhas amarelas, a mulherada é curiosa, quando vir vizinha chegar carregada de compras, ela irá até perguntar onde foi que ela comprou tão barato para trazer tantas compras.

Claro, é por isso que o comerciante quer se diferenciar em suas sacolas, propaganda barata.

Quanto mais sacolas estiver levando, mais propaganda o comprador faz para o mercado.

Aí vem a conversa de assimliar 3%. Assimilar o que, caramba, se sabemos que o consumidor é que paga a conta. Sempre … eternamente …

Será que esses empresários gananciosos e sem compromisso com o ambiente acham que não raciocinamos? Eles dizem as coisas como se fossem verdades absolutas, porque ninguém vai pensar no assunto mesmo.

Sobre a rede SONAE de Portugal que adquiriu 500 milhões de sacolas, porque não usam as mesmas no Brasil? Porque nós brasileiros, somos tratados como cidadãos de segunda linha, não somos respeitados e também não temos legislação para nos proteger.

O WALMART, BIG, só está utilizando em uma loja porque?

Porque está com um pé cá, outro lá. Se houver alguma lei, eles podem dizer,

– Mas olhe, nós já estamos utilizando em uma loja, agora com a lei, vamos ampliar para todas as outras.

É muita cara de pau mesmo.

Mas temos como dar o troco, é fácil.

Vejamos um exemplo, aqui em Maringá, temos a primeira rede de supermercados do Brasil que adotou as sacolas oxi-biodegradáveis em outubro de 2006, com 10 lojas e que utiliza mais de 2 milhões de sacolas/mês.

Agora temos a rede Bom Dia, com 34 lojas, o Bem Bom, com 4 lojas, o Guguy, com 2 lojas.

Aqui na esquina de casa tem um São Francisco, seria muito fácil para a família comprar aqui, perto de casa, mas desde do início 2006 estamos tentando a adesão desta rede, a maior regional e eles se recusam terminantemente. Até hoje não sabemos porque, visto que os preços estão praticamente iguais.

Já tentamos de tudo e finalmente concluo – eu, mim, pensamento pessoal – que o dono da rede é um empresário inescrupuloso, ganancioso, sem compromisso com o futuro da humanidade.

Depois dessa conclusão só pude tomar uma atitude comprometida com o planeta, não compro mais no supermercado São Francisco, se todos os consumidores fizerem isso, BOICOTE, ou o empresário adota a sacola ecologicamente correta ou vai à falência, não tem uma terceira opção.

Quando aprenderemos que nós é que controlamos o rumo da política e da economia?

Eu não uso nem uma sacola nem outra, uso mesmo é minhas boas sacolas retornáveis já há alguns anos, primeiro porque minha consciência fica limpa e o planeta também, segundo, porque no enbornal cabe o conteúdo de umas 5 sacolas de mercado, não machuca as mãos para carregar e não sobra aquele monte de sacola em casa.

Mas, como o projeto depende exclusivamente dos compradores, estou boicotando o supermercado São Francisco e falando para todos que conheço fazerem o mesmo.

Agora, a entrevista.

Clique no microfone.

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top