skip to Main Content

Correção do leitor – Mauritânia proíbe uso de sacolas plásticas, permitindo apenas as biodegradáveis

O governo da Mauritânia decidiu proibir o uso de sacolas plásticas, para proteger o meio ambiente e preservar animais e peixes.

Mais de 70% dos bois e ovelhas mortos na capital do país, Nouakchott, morrem após ingerir sacolas plásticas, afirmou à BBC Mohamed Yahya.

Com a implantação da medida, quem fabricar o produto poderá ser preso por até um ano.

O plástico corresponde a um quarto das 56 mil toneladas de lixo produzido anualmente em Nouakchott, segundo estatísticas do país.

O responsável pela organização de proteção ao consumidor da Mauritânia, Mocttar Ould Tauf, elogiou a medida, segundo a agência de notícias Efe.

Ele disse que a nova lei era “particularmente importante” dado o impacto negativo das sacolas plásticas para o meio ambiente, para os animais e para as espécies marinhas.

O ministro do Meio Ambiente do país, Amedi Camara, afirmou que praticamente todo o lixo proveniente de sacolas plásticas não é “coletado e permanece, portanto, no meio ambiente – terra e mar – onde é ingerido frequentemente por espécies marinhas e por rebanhos, provocando a sua morte”.

O governo, organizações não-governamentais e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) têm promovido o uso de novas sacolas biodegradáveis, informou a agência estatal do país.

Segundo Camara, “qualquer um que use, fabrique ou importe sacolas plásticas poderá ser multado e condenado a um ano de prisão”.

Vários países da África, incluindo Ruanda, já proibiram o uso do produto.

Fonte – BBC Brasil de 03 de janeiro de 2013

Leitor enviou uma correção ontem avisando que na matéria que postamos, faltava parte da informação avisando que as sacolas plásticas biodegradáveis d2w são permitidas e usadas na Mauritânia e em outros países onde leis exigem plásticos biodegradáveis.

Sabemos que a sacola plástica de uso único não pode ser banida em todos os casos e daí sim, se ela tiver que ser usada, deve ser fabricada com plástico biodegradável, com ciclo de vida útil programado, para se aproximar do ciclo de vida do produto que vai carregar.

Para carregar produtos úmidos, ou que contaminem outros produtos, não é desejável o uso da sacola retornável, mas só nesses casos a sacola plástica de uso único deve ser usada, por causa da poluição que causa e pelo fato dela jamais ser reciclada, pois são necessárias mais de 500 sacolas para 1 quilo de sacola. O reciclador, claro, vai preferir coletar plásticos mais pesados, que não de tanto trabalho e renda mais dinheiro na hora da venda.

E claro, jamais biodegradável feito de comida. É um crime contra a humanidade usar trigo, milho, mandioca, arroz… qualquer alimento que tenha amido, plantar alimento e desviar para fabricar uma sacola que será usada por meia hora e depois descartada.

Leitor, agradecemos pelo aviso.

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top