skip to Main Content

Guardian: soja orgânica é aliada do ambiente no PR

Plantadores de soja orgânica no Paraná estão desenvolvendo um projeto pioneiro para recuperar a mata atlântica, reporta nesta quarta-feira o diário britânico The Guardian.A matéria traz entrevistas com pequenos produtores e organizações não-governamentais responsáveis pelo projeto, que prevê a recuperação…

Leia Mais

Ufa

Hoje respirei aliviada, porque temos menos um ministro transgênico no poder. Perai, precisava na primeira entrevista declarar descaradamente EU SOU A FAVOR DOS TRANSGÊNICOS? Que dissimulasse um pouco, ao menos. Sabemos que a monsanto vem enchendo os bolsos dos políticos…

Leia Mais

Sinais de intoxicação no milho transgênico

Estudo revela sinais de intoxicação causada por milho transgênico da Monsanto

Evidência científica mostra que a variedade geneticamente modificada MON863 oferece risco a humanos e animais. Mesmo assim, foi aprovada para comercialização e consumo na União Européia.

Ratos de laboratório, alimentados com milho transgênico produzido pela Monsanto, mostraram sinais de intoxicação nos rins e no fígado, de acordo com um novo estudo lançado esta semana pela publicação norte-americana Archives of Environmental Contamination and Toxicology (Arquivos de Contaminação Ambiental e Toxicologia). É a primeira vez que um produto geneticamente modificado, liberado para o consumo humano e de animais, apresenta sinais de ter provocado efeitos tóxicos em órgãos internos de seres vivos.

Leia Mais

Milho transgênico sofre mais uma derrota na Europa

Decisão da Hungria de não permitir o plantio em suas terras é apoiada por diversos ministros do Meio Ambiente da União Européia.

Ministros do Meio Ambiente dos países-membros da União Européia decidiram esta semana apoiar a luta da Hungria contra o milho transgênico MON810, da Monsanto.

Com o voto favorável deles, o governo húngaro ganhou o direito de impedir o plantio de organismos geneticamente modificado (OGMs) sempre que estiver em dúvida sobre a segurança deles – como aconteceu agora no caso do milho.

Leia Mais

Monsanto: A checkered history

Sem reclamações, por favor, só consegui em ingles.

Tenho os arquivos monsanto em portugues, com as experiências malfadadas, os desastres ambientais, mas tem que ser digitalizado, então, por enquanto …

Is Monsanto the “clean and green” company its advertisements promote, or is the new image merely a product of clever public relations?

Leia Mais

Novo relatório: grãos transgênicos ainda não tiveram êxito

É … Será que as pessoas precisam da picada do escorpião para saber que o bicho é peçonhento? Parece que sim.

Tomara que dê tempo de voltarmos aos grãos tradicionais.

Podemos ter melhoramento genético através de seleção dos melhores grãos, cruzamentos de grãos da mesma espécie mas de variedades diferentes – como o trigo convencional mais trigo selvagem -, mas não, temos que bancar os Deuses e inserir genes de espécies diferentes, que a natureza não faz por algum motivo.

Só nos resta continuar postando as notícias e falar com agricultores para mostrar a verdade.

A verdade está lá fora mas também está no Rio Grande do Sul, perdendo produtividade por uso de transgênicos.

Quanto tempo será que irá demorar para conseguirem voltar a vender o grão tradicional?

Porque mesmo que se volte a plantar o grão tradicional, ainda haverá a contaminação por algum tempo, das sementes transgênicas que ficaram no chão durante a colheita.

Alguém já leu um relatório chamado os arquivos da monsanto?

Tenho uma fotocópia mas preciso digitar para colocar na página, porque mostra toda a conspiração para a monsanto dominar o mundo – pink e cérebro?

Trabalho mostra que mais de 70% das plantações de transgênicos em larga escala continua limitada a dois países (os Estados Unidos e a Argentina).

Kuala Lumpur (Malásia), Lagos (Nigéria), Bruxelas (Bélgica) – Um relatório de Amigos da Terra Internacional, lançado em 9 de janeiro, mostra que os grãos geneticamente modificados não conseguiram enfrentar os maiores desafios dos produtores em todo o mundo e que mais de 70% das plantações de transgênicos em larga escala continua limitada a dois países (os Estados Unidos e a Argentina).

O novo relatório “Quem se Beneficia com os Grãos Geneticamente Modificados? Uma análise do desempenho global dos grãos geneticamente modificados 1996-2006” também afirma que a “segunda geração” de grãos transgênicos com “atributos atraentes”, que a indústria prometeu há tempos, não apareceu.

“Nenhum grão transgênico no mercado hoje oferece benefícios ao consumidor em termos de qualidade e preço e não tem feito nada para aliviar a fome e a pobreza na África ou em qualquer outro lugar,” diz, na Nigéria, Nnimmo Bassey, de Amigos da Terra/África. “A grande maioria dos grãos transgênicos cultivados atualmente são usados para fornecer ração para a pecuária nos países ricos”, acrescenta.

O relatório aponta que, no Brasil, a produtividade de soja tem caído desde 2002, período de introdução da soja transgênica, em variedades possivelmente menos resistentes ao calor e a seca que as convencionais, e que produtores do Estado do Rio Grande do Sul relatam que a variedade de soja RR, transgênica, sofreu maior queda em produtividade do que a soja convencional durante a estiagem de 2004/2005.

Segundo o relatório, os grãos transgênicos comercializados hoje aumentaram o uso total de agrotóxicos, ao invés de diminuí-lo, e não resultaram em uma colheita maior em comparação às sementes convencionais. O meio ambiente não se beneficia do seu uso e as plantações de grãos geneticamente modificados serão cada vez menos sustentáveis no médio e longo prazo.

Leia Mais

Soja transgênica causa prejuízo no RS

O que ja vínhamos dizendo desde o final do século passado aconteceu - estava demorando. Mas as pessoas só acordam quando o bolso reclama. Enquanto a europa paga a mais por soja convencional - não precisa nem ser orgânica, essa sim…

Leia Mais
Back To Top