skip to Main Content

Projeto Mata Ciliar FUNVERDE – 14 de outubro de 2006 – sábado

Hoje plantamos 200 árvores, limpamos mais uma parte do rio e estaquemos as árvores plantadas.

Sexta-feira a prefeitura entregou 700 bambus e sábado – hoje – mais 300 bambus.

Os bambus de sexta são super grossos e pesados, foi difícil carregá-los até o local de plantio. Tivemos que usar esses mais grossos porque não dá para enfiá-los no chão das árvores já plantadas por serem desajeitados e difíceis de manusear.

Os de sábado são do padrão normal, sábado que vem faremos ponta neles com o facão para estaquear as árvores que já foram plantadas anteriormente antes dos bambus chegarem.

 

 Já estamos quase chegando na Av das Palmeiras, mas o único lugar para descarregar as árvores é no meio da quadra, então vamos no meio do pasto carregando as árvores e os bambus até o local, um peso, um calor que à sombra marcava 32 ºC.

 

Este foi uns dos primeiros carregamentos de bambu. Lá pelas 15:00 ninguém estava mais aguentando. É que se fosse do bambu normal, daria ara carregar uns 10 por pessoa e deste só deu para carregar dois.

Muita gente passou mal, teve que ficar embaixo das árvores e quem estava limpando o rio teve que parar e ajudar no plantio, senão não daria tempo de terminar até as 16:00.

Se soubéssemos que a temperatura subiria tanto assim não haveria plantio.

Hoje o pessoal da limpeza do rio ficou feliz, afinal foi sombra e água fresca.

O trecho do rio depois de limpo hoje.

Será que o ratinho escapou do biotério da UEM?

O pessoal todo vermelho, suado cansado, carregando a carreta com o lixo recolhido e depois acompanhando em seus carros para descarregar o lixo em um local que a prefeitura possa coletar.

A maioria foi embora antes da foto porque nunca ficaram tão cansados antes, fora que faltou muita gente por causa do feriado de quinta-feira.

Mas mesmo com pouca gente deu para limpar o rio e plantar as árvores, só ficou muito mais cansativo porque tivemos que trabalhar em dobro.

Este Post tem 2 Comentários
  1. Realmente é revoltante a forma com que a Sanepar vêm “tratando” os resíduos em nossa cidade. Acredito que AINDA não seja do conhecimento da maioria da população esta pouca vergonha que estão fazendo. Pagamos a taxa de esgoto que NÃO É BARATA para isso? Somente com a conscientização da sociedade poderemos mudar este quadro. Sempre acompanhamos casos de indutrias que foram seriamente punidas por dspejarem resíduos poluentes en rios, nas primerias páginas de jornais, revoltando a população. Será que esta situação não é do conhecimento da mídia, ou simplesmente joga-se um pano por cima para “abafar o caso”

  2. Parabens pelo trabalho de voces na limpesa dos rios.
    Esse cuidado, reverterá em mais água e mais nascentes.
    A água é vida e saúde… Deus os ajude e os abençoe.
    Marilene

Deixe uma resposta

Back To Top