skip to Main Content

Aprenda a fazer sua própria sacola retornável com jornal e cola

O artista plástico Elson Sposito ensina passo a passo

Com a polêmica envolvendo o fim das sacolinhas plásticas nos supermercados de Ribeirão Preto, o artista plástico Elson Sposito, morador do Jardim Flórida, criou há um ano uma sacola feita à base de jornal e cola.

 

Forte e resistente, a ideia de fazer as sacolas de jornal surgiu das conversas com o filho biólogo. “Ele foi me estimulando e comecei a pensar no que podia fazer com aquela pilha de jornal, que depois de ler perde a utilização”, explica. De acordo com ele, os custos com a sacola de jornal é só com a cola e a alça pode ser feita de fitas, barbantes ou panos velhos.

Em visita à redação do jornal A Cidade, ele ensinou passo a passo a confecção da sacola ecologicamente correta. Ao lado, na galeria de fotos, uma sequência de imagens ilustra todo o processo.

Para quem gostou da ideia e quer aprender diretamente com o artista, no dia 7 de fevereiro, terça-feira, às 20h, Elson vai realizar uma oficina sobre a sacola retornável no Centro Cultural Palace, em Ribeirão Preto.

Material

Separar 8 folhas duplas de jornal, um tubo de cola, duas tiras de tecido, duas tiras de papelão e uma caixa de papelão.

Confecção

Cole uma folha dupla sobre a outra, formando quatro peças.

Emende as peças com cola, formando uma fileira com as folhas.

Utilizar como molde para a sacola uma caixa de papelão, que será revestida (enrolada) com as folhas de jornal. A caixa não deve ser colada, para que sirva apenas como forma para a sacola.

Para fazer o fundo da sacola, basta unir com cola as quatro laterais inferiores como se fosse um embrulho de presente. Terminado o fundo, retire a caixa de papelão.

Para fazer a alça, basta dobrar a parte superior para o lado de dentro, como se fosse uma “barra” de calça. Nas duas partes maiores, cole uma tira de papelão para dar suporte à alça.

Faça um pequeno furo em cada lateral onde será colocada a alça. Utilize para fazer a alça o material de sua preferência. Pode ser barbante, sobras de tecidos, cadarço de tênis, etc. Na parte exterior, o nó deve ser maior do que o furo.

Acabamento

Passe uma camada de verniz à base de água para tornar a sacola mais bonita e resistente. Depois de pronta, aguarde por duas horas a sacola secar.

Fonte e imagens – Paulo Schneider, Jornal A Cidade de 26 de janeiro de 2012

Este Post tem 2 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top