skip to Main Content

Estudos científicos provam eficiência dos oxibiodegradáveis

Após o gerente-administrativo da Associação dos Supermercadistas de Uberaba e Região do Triângulo Mineiro (Assuper), Olair dos Santos, afirmar que os empresários estavam tendo dificuldades para encontrar as sacolas biodegradáveis no mercado, para cumprir a lei municipal nº 11.089, que proíbe o uso de sacolas plásticas por qualquer empreendimento comercial, surge informação.

A assessoria de imprensa de uma empresa que revende sacolas oxibiodegradáveis, Giselle Hoffmann, revelou que no Brasil são mais de 280 indústrias disponíveis para atender os comerciantes de várias partes do Brasil. “O mercado de embalagens biodegradáveis apresenta crescimento considerável no país desde 2007. O assunto está em evidência e entre as alternativas para substituir o plástico comum estão as sacolas oxibiodegradáveis”, declara.

Ela ainda explica que ao contrário do que foi divulgado por entidades que representam os interesses comerciais das petroquímicas, o produto é uma alternativa segura e testada. “As sacolas oxibiodegradáveis contêm aditivas e tecnologia que aceleram a degradação do plástico convencional, sem contar que as oxi custam quase dez vezes menos que um plástico biodegradável. Isso está comprovado cientificamente por laboratórios de credibilidade no país”, conclui.

Fonte – Jornal de Uberaba de 14 de março de 2011

Notícia velha para a FUNVERDE, que desde 2005 apoia  a fabricação e incentiva a comercialização e uso de plásticos com ciclo de vida útil controlado, também chamado de plástico oxibiodegradável, mais especificamente a tecnologia d2w, que já em 2005 nos forneceu algumas dezenas de laudos internacionais e atualmente tem mais de 25 laudos nacionais, na última contagem eram 27, isso no ano passado, todos laudos de instituições de pesquisa e pesquisadores renomados.

O plástico com ciclo de vida útil controlado serve para aproximar o ciclo de vida da embalagem ao ciclo de vida do conteúdo da embalagem. É uma estupidez você tomar um iogurte em cinco minutos e depois sua embalagem durar 500 anos para se degradar, o mesmo ocorrendo com as sacolas plásticas de uso único convencional , que demoram 1 segundo para serem produzidas, são utilizadas por meia hora e depois ficam por 5 centenas de anos poluindo o planeta.

Claro que o ideal é utilizar sacola retornável, mas existem casos em que elas não podem ser utilizadas, com em açougues, peixarias e outros casos em que por ser molhado, o produto contamina a sacola retornável. Nesses casos, o ideal é o uso da sacola oxibiodegradável, que em 18 meses terá se biodegradado, restando apenas água, uma pequena quantidade de CO2 e biomassa.

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top