skip to Main Content

Interior de SP premia residências que mais economizarem água

As famílias que mais conseguirem economizar água na cidade de São Roque, interior de São Paulo, terão seus esforços reconhecidos com premiações da Sabesp, Brastemp e Finish.

A população de São Roque é estimada em 78.000 habitantes. São 100 famílias cadastradas que disputam uma máquina lava-louças e os detergentes necessários por um ano. As três empresas promovem a campanha junto à agência Sagarana Comunicação. Além disso, têm o apoio da Prefeitura de São Roque.

O programa, chamado “Disputa de Casas”, tem o intuito de incentivar a redução do uso de água e gerar economia no bolso da população. Para conscientizar os moradores, haverá uma campanha com dicas, palestras e cartilhas, com sugestões de consumo consciente e sobre como colaborar com o meio ambiente.

A competição, que terá dois meses de duração, vai comparar o gasto de água em relação ao mesmo período do ano anterior. Se todas atingirem a meta de redução, todas serão premiadas.

De acordo com o Prefeito de São Roque, Daniel de Oliveira Costa, todos viverão com o mesmo conforto, porém de “maneira mais apropriada”. A declaração foi publicada no site da prefeitura da cidade.

“A falta de orientação sobre como é possível cumprir as atividades diárias que envolvem o uso racional da água sem comprometer a higiene é a grande responsável pelo pouco engajamento das pessoas. Daí, surgiu a ideia de trazer estímulos que realmente tenham impacto na vida delas. Ao longo da campanha, iremos desenvolver um paralelo entre a economia de água e a economia financeira, assim como incentivar uma competição saudável entre os envolvidos”, afirma Guilherme Stella, sócio-diretor da agência Sagarana, idealizadora da ação.

Segundo o portal da Prefeitura, o programa também deve premiar algumas residências com novos produtos fabricados para economia, como chuveiros especiais, torneiras com fechamento automático e redutores de vazão.

O mesmo projeto já foi aplicado no bairro de Moema, em São Paulo. Na região, os moradores economizaram dois milhões de litros de água.

Fonte – Marcia Sousa, CicloVivo de 15 de julho de 2013

Imagem – fox_kiyo

Ideia interessantíssima que pode e deve ser copiada por todas as cidades. As pessoas pensam que sempre haverá água, não tem consciência do quão perto estamos de um racionamento mundial.

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top