skip to Main Content

Piracicaba, SP – Sacolas eliminadas no Carrefour? Temos nossas dúvidas!

A partir de segunda-feira, 15 de março, o Grupo Carrefour irá iniciar o processo de eliminação das sacolas plásticas convencionais de toda a rede. A loja de Piracicaba foi escolhida para lançar o projeto de sustentabilidade.

Parabéns pela iniciativa, mas calma lá, vamos continuar a ler e ver o que tem por trás disso.

Os consumidores poderão optar por carregar suas compras em caixas de papelão; sacolas retornáveis – distribuída gratuitamente nos primeiros 15 dias; ou sacolas Eco Solidárias – aparentemente iguais as convencionais, mas feitas de amido de mandioca. Elas serão vendidas a R$ 0,30, com toda a renda revertida ao Lar dos Velhinhos de Piracicaba.

Sacolas feitas de amido! Creda! Sacolas feitas de comida! Eles vão utilizar comida, aquilo que deve ser utilizado para alimentar o bilhão de famélicos do planeta para fazer uma sacola que será utilizada por meia hora e depois jogada no ambiente. Isso sem falar na terra fértil e água limpa utilizada para plantar a planta da qual irão retirar o amido e sem contar que sacola de comida emite metano, 23 vezes mais potencializador do efeito estufa.

Para fechar o ciclo de sustentabilidade, as sacolas plásticas usadas para embalar produtos perecíveis, como frutas, legumes e carnes, também serão substituídas pela mesma versão feita de amido de mandioca. São 100% biodegradáveis e compostáveis (retirada de fontes renováveis, se decompõem como lixo biodegradável ou alimento perecível).

Beleza, mais comida sendo roubada da boca dos famintos, mais água e terra fértil sendo desviadas para fazer algo totalmente dispensável, que são sacolas. Quem será a anta que pensou na idéia hedionda de fazer sacola de comida?

A loja colocará à venda também sacos para lixo – que podem substituir as novas sacolas Eco Solidárias ou os tradicionais sacos pretos nos descartes dos lixos domésticos. O preço ainda não foi definido.

Segundo Paulo Pianez, diretor de sustentabilidade do Carrefour, as mudanças começarão por Piracicaba, pois ano passado a loja da cidade completou dez anos. “Percebemos o engajamento do poder público com o município, além de ela ter sido a primeira cidade a trabalhar a questão das sacolas plásticas enquanto lei.”

Pianez explica que diariamente cerca de 1,5 milhão de pessoas passam pelas lojas da rede Carrefour. “Cada pessoa consome em média seis sacolas plásticas por compra. Ao ano, a soma do consumo fica entre 800 a 900 milhões de sacolas em toda a rede Carrefour”, revela ele, lamentando o fato de todo esse material ir parar nos lixões, rios e mares, poluindo o planeta.

Céus, peloamordamãegaia, que mentira, que papagaiada, sabemos que o Carrefour distribui e polui o planeta com 150 milhões de sacolas por mês – dados de 2007 -, então, se levarmos em conta o aumento do consumo e o aumento do número das sacolas podemos dizer que o carrefour emporcalha o solo e águas do país com aproximadamente 1,5 bilhão de sacolas por ano.

“Em junho de 2008 diminuímos em 400 milhões o número de sacolas consumidas, após o lançamento do programa de Uso Consciente de Sacolas de Plástico.”

Essa queremos ver eles provarem, eles estão dizendo que diminuiram em quase 50% o número das sacolas após aumentarem em 30% o peso das sacolas? Cada hora dizem uma coisa, no final do ano passado a plastimorte dizia que tinha diminuído em 12%, agora dizer que diminuiram em quase 50% é forçar a barra, você não acha? É passar atestado de burrice para o brasileiro.

Com isso, diz ele, de 2008 até hoje foram vendidas 1 milhão de sacolas retornáveis.

Ter vendido 1 milhão de sacolas não quer dizer 1 milhão de sacolas sendo utilizadas na rede. É só ficar durante uma hora em frente à saída de qualquer supermercado para perceber que nem 1% das pessoas utilizam as sacolas retornáveis. Falamos isso porque sempre fazemos essa vigília e nada mudou desde 2004, quando iniciamos o projeto que pretende banir as sacolas plásticas de uso único no país.

Foi implantado o sistema poupa saco – que libera uma embalagem por vez, inibindo o consumo. Melhora também na qualidade dessas embalagens, para evitar a sobreposição.

Aiaiai, nem comentaremos essa, porque a dona de casa vai na cara dura e pede mais sacos e o empacotador põe, é normal, é o costume. É para usar no lixo, dizem elas.

Em Piracicaba, destaque para a parceria com o Reciclador Solidário, por meio da prefeitura, que, em 2009 destinou 28 toneladas de recicláveis ao projeto. Ao todo, foram reciclados 239 toneladas em toda as lojas do Carrefour do Brasil.

Para Pianez, banir as famosas sacolas é muito mais complexo do que parece. “Poucas pessoas pensam em levar os modelos retornáveis às compras. Elas estão acostumadas a ‘conviver’ com as de plástico. Então começamos a analisar alternativas para resolver o problema.”

Ó céus, está chamando brasileiro de macaquito? Como assim, resolver o problema das sacolas é complexo? É só não distribuir mais sacolas, dizer na mídia que a partir de dia tal a rede não fornecerá mais sacolas. Um problema complexo, tããão complexo … taí a solução, se vocês quiserem enxergar. Nos poupe, por favor, quem quer faz, quem não quer enrola, inventa mentiras!

Atualmente o mercado distribui cerca de 17 bilhões de sacolas de plástico ao ano.

Passou de 20 bilhões de sacolas distribuídas anualmente no país em 2009.

“O consumidor vai ter que se engajar numa nova maneira de fazer compra. Tem como pressuposto um consumo consciente em termos sócioambientais”, diz o diretor.

Blábláblá, nhénhénhém. Repetimos que a solução é simples, a partir de tal dia o consumidor terá que trazer sua própria sacola, pois não forneceremos mais, ponto final.

O Carrefour da cidade também tem novo parque de iluminação que economiza energia em 40%, se comparado ao sistema anterior. E forno para assar pães, movido a bagaço de cana.

LANÇAMENTO – No Dia Mundial do Consumidor, 15, às 9h30, o lançamento da iniciativa do Grupo Carrefour terá a presença do Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, do Prefeito de Piracicaba, Barjas Negri. Também estarão presentes o Diretor Presidente do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente, Hélio Mattar, e o Diretor Superintendente do Grupo Carrefour Brasil, Jean-Marc Pueyo.

NÚMERO – 1 bilhão de sacolas são distribuídas pelo mercado aos consumidores

Número – beeem mais de 1 bilhão de sacolas são distribuídas pela rede carrefour anualmente aos consumidores.

Fonte – Priscola Perez para a Gazeta de Piracicaba de 13 março de 2010

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top