skip to Main Content

Universidade oferece apartamento ecológico nos EUA

A Universidade da Califórnia, berço do movimento da contracultura nos anos 60, agora abriga outra revolução: aprender a viver em harmonia com o meio ambiente. Recentemente, a universidade lançou um protótipo de “apartamento verde”, que respeita o meio ambiente, para exibir sua visão da vida no campus e fora dele, e mostrar aos estudantes que podem reduzir os danos ao meio ambiente sem gastos extras excessivos ou terem que mudar seu estilo de vida.

À primeira vista, o apartamento se diferencia pouco das acomodações universitárias americanas, pelo menos daquelas dos estudantes homens: um pôster de Mahatma Gandhi na parede, junto a capas de álbuns de Jimi Hendrix. Fotos de mulheres e cenas do filme “Pulp Fiction – Tempo de Violência” enfeitam os computadores com monitores de tela plana.

Mas o apartamento também é equipado com aparelhos de televisão e geladeira que poupam energia, duchas com controle da água, xampus e detergentes de baixa toxicidade, barbeadores não-descartáveis, garrafas de água feitas de alumínio e lençóis de tecido natural ao invés de algodão quimicamente processado.

Travis Zack entra na cozinha, se inclina e sorri, enquanto tira um verme de um montículo escuro em decomposição, dentro de um recipiente de adubo composto cheio de restos de comida. “Acabamos de começar, razão pela qual não há adubo”, diz Zack. “Mas já temos os vermes, é um começo”.

Zack é um dos quatro estudantes que moram no apartamento, criado pelo Comitê Verde do campus, que começou no ano passado criando um quarto do tipo em uma residência estudantil.

Depois de atrair 230 visitantes no ano passado e de ser premiado pela Agência de Proteção Ambiental americana, o comitê ampliou o conceito para um apartamento completo. No começo de 2007, planeja criar uma “Green Suite” (suíte verde) para abrigar 25 estudantes, segundo a universidade.Há cinco anos a UC Berkeley subscreveu uma política de práticas ecológicas.

A premissa básica dos projetos é que uma pequena melhora nos hábitos pode ter enormes benefícios a longo prazo e quanto antes começar, melhor, disse Lisa Bauer, membro do Comitê Verde. “Os americanos talvez sejam conhecidos por serem hiperconsumistas, mas há pessoas nos Estados Unidos que entendem” a mensagem, disse Bauer.

Dezenas de estudantes se candidataram para morar no “apartamento verde”, de dois quartos. Zack, Jonathan Hu, Tim Edgar e Edward Chen foram os escolhidos, após provarem suas credenciais ecológicas. “O que fazemos não é muito diferente da forma como os outros vivem, são só pequenas mudanças no estilo de vida que tiveram um grande impacto”, disse Zack, de 20 anos, estudante de Física.

“O fato de que alguns estudantes de Berkeley fiquem meia hora debaixo do chuveiro me parece ridículo”, disse Edgar, estudante de engenharia química, que cresceu em uma família que se preocupava com o orçamento. “Tomo banhos de um minuto desde criança. Cresci assim, (por isso) tentar poupar água me parece natural”, acrescentou. “Esperamos ampliar isto, mostrando que requer uma pessoa por vez, que é um compromisso pessoal”, explicou Bauer. (Terra.com)

Este Post tem 0 Comentários

Deixe uma resposta

Back To Top